Abraji

Abraji

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Deputado reclama de silêncio da Prefeitura e faz novo ofício por laudos de interdição.


Na segunda semana de abril, uma comitiva de quatro deputados federais do Rio foi ao Engenhão e pediu à Prefeitura os laudos de interdição do estádio. Não recebeu qualquer resposta e, nesta terça-feira, repetiu o pedido: Alessandro Molon (PT-RJ), líder da Comissão Externa de Legado da Copa e das Olimpíadas, enviou novo ofício cobrando respostas do prefeito Eduardo Paes.  É muito estranha essa resistência da Prefeitura em tornar públicos os documentos que dizem respeito à interdição do Engenhão, que é público e foi construído com dinheiro público. Por que tanta dificuldade para enviar as informações? Essa semana, enviei um novo ofício. Se não houver resposta até a próxima quarta-feira, vou reunir a Comissão para analisar quais medidas podemos tomar - critica Molon. O primeiro ofício enviado pelos parlamentares chegou à Secretaria Municipal de Obras. O órgão, contudo, justificou a demora de forma curiosa: ninguém encontrava o documento, então admitiram que estava na mesa do secretário, Alexandre Pinto da Silva. Mas não houve qualquer resposta. Em abril, Molon (PT), Liliam Sá (PSD), Arolde de Oliveira (PSD) e Marcelo Matos (PDT) foram ao Engenhão com representantes do Crea-RJ (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) e cobraram um posicionamento da Prefeitura, que mantém o estádio fechado há dois meses de forma parcial. O campo é usado por equipes em treinamentos e até Neymar foi ao estádio fazer fotos para uma campanha publicitária. No segundo ofício, Molon pede cópias dos contratos de execução do estádio e dos laudos que levaram ao fechamento temporário do local (feitos pela empresa alemã RSB), assim como a identificação formal dos responsáveis pela fiscalização da obra e pela aquisição dos materiais usados na cobertura.  A Câmara dos Vereadores do Rio criou uma comissão própria (por decreto de Eduardo Paes, há duas semanas) para elaborar um relatório dos laudos do Engenhão. O prazo para a finalização do documento acabava nesta sexta-feira, mas os engenheiros da comissão solicitaram o aumento do prazo por mais duas semanas.
(Fonte: Jornal EXTRA)

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Polícia prende 27 suspeitos em operação na Baixada Fluminense


Policiais da 64º DP (Vilar dos Teles) realizam nesta terça-feira (28) uma operação com o apoio da Core e do Departamento Geral de Polícia da Baixada (DGPB) para cumprir 40 mandados de prisão em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Segundo o delegado Delmir da Silva Gouveia, entre os presos estão um policial militar e um soldado do Exército. O delegado Delmir da Silva Gouveia informou ainda que a grande maioria dos acusados responde por homicídio e roubo. Dos 40 mandados de prisão, 17 foram cumpridos em presídios, visto que as pessoas já cumpriam pena por outros crimes, e nove em São João de Meriti. Gouveia contou que equipes da delegacia estão na rua e outros mandados devem ser cumpridos ainda nesta terça-feira (28).
(Colaboração: Fabiano Brun)
(Fonte: G1.com)

terça-feira, 28 de maio de 2013

Trio é preso com carro clonado na Baixada Fluminense


Agentes da Polícia Rodoviária Federal prenderam três ocupantes de um Fiat Tipo clonado, durante ronda realizada no inicio da noite desta segunda-feira, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O trio seguia pela BR 040, altura do KM 109, no sentido Juiz de Fora. Quando o veículo Fiat Tipo, sem a placa da frente, entrou na rodovia, os agentes fizeram uma fiscalização minunciosa no carro e nos documentos apresentados.
De acordo com a PRF, foi realizada uma consulta nos sistemas policiais com os dados originais, e constatada a ocorrência de roubo/furto, registrada no último dia 21, na área da 27ª DP (Vicente de Carvalho). O veículo e os três indivíduos envolvidos foram encaminhados à 66ª DP (Piabetá).
(Colaboração: Fabiano Brun)
(Fonte: Jornal EXTRA)

Ônibus bate, passageiro é atingido por vergalhão e morre na Baixada


A polícia investiga se a morte de um homem e a destruição parcial de uma casa por um ônibus da linha 707 (Olinda-Miguel Couto) nesta segunda-feira, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, teria ocorrido por conta de um mal súbito ou por imprudência do motorista do veículo, Paulo Roberto Carlim, de 63 anos. “Depoimentos de passageiros e da trocadora do ônibus garantem que o veículo andava dentro do limite de velocidade quando atravessou as pistas da Avenida Júlio Amorim Pereira e acertou a casa. Solicitei o relatório do tacógrafo e a perícia do local já foi feita. Caso fique comprovada a direção irresponsável, o motorista será indiciado por homicídio culposo”, revelou o delegado da 54ª DP, Gustavo Castro, referindo-se a morte de Robson Santana Ribeiro, de 31 anos. A vítima foi atingida por um vergalhão que entrou pela janela no momento do choque com o muro. “Morávamos a poucos metros do local do acidente. Ele pegava diariamente esta linha, se tivesse saltado um ponto antes, estaria vivo. Foi o destino”, acredita Ricardo Ribeiro, irmão da vítima.  Morador da Avenida Júlio Amorim Pereira, há 23 anos, o aposentado Osvaldo Souza Lima, preferiu comemorar não ter perdido familiares, mesmo vendo o local onde criou os filhos, destruído. “Moram sete pessoas aqui. Estava do outro lado da rua no momento do choque e vi o que construi com tanto sacrifício vir abaixo, em segundos. Por sorte, a casa estava vazia”, desabafou emocionado. O inspetor da autoviação Vera Cruz, Anderson Luiz Mineiro, garantiu que o motorista tinha bom histórico e nunca havia relatado qualquer mal estar enquanto dirigia. “Era um funcionário modelo”. A reforma da casa atingida, o sepultamento da vítima e o tratamento médico do motorista (que sofreu ferimentos no braço e na cabeça e encontra-se internado no Hospital Municipal do Joca), serão custados pela autoviação Vera Cruz, que opera a linha.  “Já recolhemos os dados de quem foi lesado e assumiremos todos os custos. É o mínimo que podemos fazer para minimizar a dor dessas famílias”, garantiu.iano Brun
(Colaboração; Fabiano Brun)
(Fonte: Jornal O Dia)

segunda-feira, 27 de maio de 2013

TCE vai devassar contas da Câmara de Japeri


Quanto cada um dos onze vereadores de Japeri custa aos moradores da cidade, com quantos assessores eles contam, qual a despesa de cada gabinete e quanto a Câmara Municipal já gastou com viagens para congressos até hoje. Esses esclarecimentos estão sendo cobrados junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), uma vez que as contas do Poder Legislativo do município mais pobre da Baixada Fluminense se tornaram uma verdadeira “caixa-preta”, guardadas que são pelo presidente da Casa, o vereador Cezar Mello. O questionamento sobre as despesas com viagens realizadas a pretexto de participação em congresso é estendido aos últimos quatro anos, para que a população fique sabendo o quanto pagou por viagem. A falta de transparência com os gastos da Câmara Municipal de Japeri é uma reclamação antiga, mas tem aumentado bastante. Queixas já foram levadas este ano ao conhecimento do Ministério Público, buscando uma ação para tentar abrir a “caixa-preta”. As lideranças comunitárias locais reclamam que a Casa gasta o dinheiro do povo, mas não presta contas de nada à população. Segundo já foi revelado pelo elizeupires.com, os repasses mensais feitos pela Prefeitura ao Poder Legislativo chegam a R$ 350 mil. O repasse é Constitucional, faz parte do duodécimo devido à Câmara, mas o presidente da Casa tem de fazer, de forma transparente, a prestação de contas e informar o quanto e em que está gastando, o que, reclamam as lideranças comunitárias, não estaria acontecendo. Os repasses são feitos para cobrir as despesas com salários dos vereadores, funcionários e manutenção da Câmara, valor visto como “muito alto”, considerando que Japeri é um dos municípios mais pobres do estado. Segundo levantamento feito nos últimos cinco anos, os membros da Câmara de Japeri são os vereadores da Baixada Fluminense que mais tem viajado com despesas pagas com dinheiro público. As viagens são feitas para supostas participações em congressos realizados quase sempre em cidades litorâneas do Norte e Nordeste. Em relação a essas viagens o Tribunal de Contas e o Ministério Público resolveram conferir caso a caso. A patrir deste ano, por entendimento do TCE, ao fazer a prestação de contas dos gastos nessas viagens, as câmaras de vereadores terão de apresentar as cópias dos pagamentos referentes a diárias concedidas, os comprovantes dos deslocamentos, estadias dos participantes dos eventos, recibos de embarque e nota fiscal do serviço de hospedagem, além de dados discriminados por vereador e servidor para comprovar o comparecimento de cada participante aos locais dos congressos.
(Fonte: Elizeupires.com)

Prefeito do Rio Eduardo Paes se envolve em briga com músico


O prefeito do Rio, Eduardo Paes, se envolveu em uma briga com um músico em um restaurante de comida japonesa no Horto, Zona Sul do Rio, na noite deste sábado (25). Eduardo Paes tinha ido jantar com a mulher e um casal de amigos, quando foi abordado pelo músico Bernardo Botikay, conhecido como Botika. Em seu perfil numa rede social, Botika contou que xingou Paes quando o viu nas mesas na calçada. "Não aguentei e fui brusco, agressivo e certeiro", postou. “A gente [Botika e a mulher] verbalizou, sem educação (e não me arrependo)”, acrescentou. Após o xingamento, de acordo com o músico, Paes deu um soco na cara dele e sua mulher também acabou se machucando na confusão com os seguranças do prefeito. Em entrevista à CBN, o músico declarou que foi agressivo verbalmente com o prefeito e que em um determinado momento, Paes perdeu a paciência. Em nota, Paes disse que jantava com a mulher quando foi "gratuita e insistentemente ofendido por um casal desconhecido", e que a discussão "transformou-se em um princípio de desentendimento físico", que obrigou a intervenção de sua segurança. O prefeito acrescentou que críticas são bem-vindas, mas que agressões pessoais em momentos privados diante da esposa não são aceitáveis. Ao fim da nota, Paes se desculpa: "Apesar da agressividade do casal, eu não poderia ter reagido como o fiz. Peço desculpas à população da minha cidade pela maneira como agi". O músico registrou boletim de ocorrência na 15º DP (Gávea) e procurou o Instituto Médico Legal (IML) para fazer exame de corpo de delito. O delegado Orlando Zaccone informou que o caso foi registrado como lesão corporal e que vai ouvir todos os envolvidos a partir desta segunda-feira (27).
(Colaboração: Fabiano Bun)
(Fonte: O Globo)

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Nelsinho Abraão David renuncia e Farid é o novo presidente da Beija-Flor


A festa de lançamento oficial da sinopse do enredo de 2014 da Beija-Flor, nesta quinta-feira, na quadra, foi também o primeiro ato do novo presidente da escola, Farid Abraão David. O dirigente foi reconduzido ao cargo após a renúncia de Nelsinho Abraão David, há cerca de 15 dias. Segundo Farid, a saída de Nelsinho, que é seu sobrinho, se deu por motivos particulares. "Ele estava com um problema pessoal e pediu para sair. O conselho então se reuniu e achou por bem indicar meu nome. Estou de volta com a mesma emoção de quando fui presidente pela primeira vez, em 1986", afirmou.De acordo com o novo presidente, que já comandou a Beija-Flor de Nilópolis por vários anos, não acontecerão grandes mudanças na gestão. "Temos nossas ideias, mas vou ouvir o grupo. O que for melhor será escolhido. Estamos corrigindo algumas coisinhas, mas a escola está bem".

Farid fez questão de elogiar ainda o enredo sobre Boni. "A história dele é muito bonita, é de conquistas e também de muita perseverança. Será um grande enredo". Após a apresentação da sinopse aos compositores, os sambas deverão ser entregues no dia 20 de julho.
(Fonte; O Dia)

Incêndio atinge depósito de combustíveis e causa explosões em Caxias




Um incêndio de grandes proporções atingiu um depósito de combustíveis na tarde desta quinta-feira na rua Geraldo Rocha, Jardim Primavera, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O local fica às margens da rodovia Rio-Teresópolis. O fogo provocou diversas explosões, mas, até as 14h, não havia informações sobre feridos. Ao todo, seis tanques com material combustível em chamas liberam grande quantidade de fumaça, com explosões. O depósito fica perto da garagem de uma empresa de ônibus. Várias construções já foram tomadas pelas chamas. Os imóveis localizados em um raio de dois quarteirões ao redor do depósito foram evacuados, incluindo uma escola e diversas residências. A vendedora Marinelza de Oliveira saiu de casa às pressas, pouco antes da residência dela ser consumida pelo fogo. "Nunca tinha visto algo desse tipo em três anos que moro aqui. O cheiro de combustível era muito forte e minha filha passou mal. Os vizinhos me avisaram que estava pegando fogo em seguida. Deixei tudo para trás. Minha casa está completamente destruída", disse, emocionada. De acordo com o Corpo de Bombeiros, seis quartéis foram acionados para o local, incluindo o Grupamento Operacional com Produtos Perigosos. As colunas de fogo e fumaça são vistas a quilômetros de distância e já ultrapassam a altura das casas. Fiações elétricas também foram destruídas, e a concessionária de energia Ampla cortou o fornecimento por medida de segurança. Por volta das 14h, chegaram ao local caminhões oriundos da refinaria da Petrobras em Duque de Caxias, carregados com uma espuma indicada para combate a incêndios com combustíveis. A prioridade agora é evitar que o fogo atinja dois tonéis cheios de óleo diesel, e há risco de novas explosões. Moradores relatam que o incêndio teve início por volta das 11h30. Segundo Vilmar Araújo, que trabalha numa empresa de alimentos localizada nos fundos da refinaria, os trabalhadores ouviram uma forte explosão no horário e correram para a rua. Ao saírem, se depararam com uma chama muito alta, "o dobro do que está agora", de acordo com Araújo.
(Colaboração: Fabiano Brun)
(Fonte: UOL)

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Motoqueiro flagrado empinando moto em Nilópolis, é indiciado


Caio do Livramento Luiz, de 19 anos,um dos jovens que dirigia de forma ilegal uma motocicleta em Nilópolis, foi indiciado por colocar a vida de terceiros em risco, conforme mostrou o RJTV. Em depoimento na manhã desta quarta-feira (22), ele confirmou que empinou o veículo e disse que gosta de praticar a ação. Caio afirmou não ter medo das punições porque, segundo ele, nunca atropelou ninguém. Até o meio-dia desta quarta, 100 motos foram apreendidas no município pela Polícia Militar em parceria com a prefeitura. O delegado José de Moraes, da 57ª (Nilópolis), disse que, em relação às fotos das armas publicadas na página do jovem no Facebook, ele responderá ao artigo 12 da Lei 10826/03, que proíbe a posse de arma de fogo, acessório ou munição, de uso permitido, em desacordo com determinação legal ou regulamentar. “Ele explicou que foi um amigo dele que encontrou esta foto [da arma], e que ele gostou da foto e [a] colocou em sua página principal. Ele nega o fato [de que tenha organizado a arruaça em Nilópolis], mas era de se esperar que ele negasse. Vamos levantar provas, indícios, de que ele tenha organizado. Nós estamos na tentativa de identificar terceiros e de quem participe na coordenação destas atividades.”, disse Moraes. Caio foi reconhecido pelo Secretário de Segurança da cidade em fotos postadas na internet. No perfil da rede social, Caio aparece empinando motos pelas ruas da cidade. Segundo a polícia, Caio serviu no exército até o mês passado, quando pediu dispensa.
(Colaboração: Fabiano Brun)
(Fonte: G1.com)



Jungle Fight 53 unifica cinturões pela primeira vez em Japeri-RJ, em junho


O Jungle Fight vai promover pela primeira vez uma unificação de cinturões. Campeão peso-mosca (até 57kg) da organização, o potiguar Arinaldo da Silva terá pela frente na luta principal o amapaense Robson New, campeão interino da categoria, na edição 53, dia 1º de junho. O local escolhido pelo maior evento de MMA da América Latina é Japeri-RJ, na Baixada Fluminense, que estará completando 22 anos de sua emancipação. utra atração do card é a presença do meio-pesado americano Rodney Wallace. Ele lutou três vezes no Ultimate, contra Brian Stann, Jared Hamman e Phil Davis, e perdeu todas por decisão dos jurados. Por outro lado, vem de bons resultados recentes no Brasil, como um nocaute técnico em cima de Joaquim Mamute. Para enfrentar Wallace, o peso-médio Salomão Ribeiro, nome em ascensão da Team Nogueira, vai subir de divisão e fazer o coevento principal. Os canais Combate e SporTV farão a transmissão ao vivo, para todo o Brasil, a partir das 22h (de Brasília). O Combate.com vai transmitir, também ao vivo, as duas primeiras lutas do evento, entre Luis Javali e Ederson Lion, e entre Mario Israel e Marcio Moreira.  A ideia de fazer esta edição em Japeri surgiu através do prefeito do munícipio, Ivaldo Barbosa dos Santos, o Timor, e do Secretário de Esporte, Turismo e Lazer, Gutemberg de Paula Fonseca, que estiveram presentes em nosso último evento e enxergaram uma grande oportunidade para a cidade. O Jungle Fight tem o poder de colocar os lugares por onde passa em evidência, e desta vez não vai ser diferente. O público terá oportunidade de acompanhar lutas de altíssimo nível - garantiu Wallid Ismail, presidente da organização.
JUNGLE FIGHT 53
1º de junho de 2013, em Japeri-RJ
CARD DO EVENTO (até agora)
Arinaldo da Silva x Robson New - moscas
Salomão Ribeiro x Rodney Wallace - meio-pesados
Warlley Alves x Luiz de França - meio-médios
Vlamir Bidu Lazaro x Guilherme Kyoto - leves
Mario Israel x Marcio Moreira - galos
Luis Javali x  Ederson Lion - meio médios



quarta-feira, 22 de maio de 2013

UPA de São João de Meriti não tem médicos


Pelo menos quinze crianças aguardam atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Íris, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, desde as 19h. Até as 21h da última  quinta-feira (16), leitores do Jornal do Brasil denunciaram que nenhum pediatra foi localizado na unidade para iniciar o atendimento aos pequenos pacientes. "Meu neto tem febre e uma infecção na boca que fez toda a mucosa estourar. A boquinha dele está em carne viva. Já se passaram duas horas desde que cheguei na UPA e tudo que consegui foi fazer uma ficha. Ninguém está sendo chamado para ser atendido pelos pediatras. Simplesmente não há médicos", denunciou a secretária Janete da Silva Ferreira. Procurada pela matéria,  um funcionário da UPA que preferiu não se identificar informou que uma equipe de pediatras chegou atrasada à unidade de saúde porque "estava a serviço do posto de saúde do Éden". Mas que o atendimento foi retomado às 19h20 desta quinta. A informação foi negada por pais de crianças que estavam na unidade aguardando atendimento.
(Colaboração: Fabiano Brun)

(Fonte: Jornal do Brasil)

Polícia prende suspeito de estuprar mãe e filha na baixada


Toni da Silva Matias, de 34 anos, foi preso suspeito de estuprar mãe e filha em Xerém, distrito de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A polícia acredita que o homem tenha feito outras vítimas na região, mas, segundo o delegado Mário Arruda, as mulheres ainda não prestaram denúncia por medo. Segundo a denúncia prestada por mãe e filha, os crimes foram praticados em dias diferentes e as duas foram ameaçadas de morte com uma arma de fogo durante as ações.O suspeito conhecia as mulheres há pelo menos 16 anos.De acordo com a polícia, Toni Matias já tinha passagens pela delegacia por porte ilegal de arma e ameaças. De acordo com o ISP (Instituto de Segurança Pública), o número de estupros subiu 36 % neste ano no Estado, em comparação ao mesmo período de 2012. Um dos casos de maior repercussão foi o abuso sexual sofrido por uma jovem dentro de um ônibus em movimento na avenida Brasil.
(Colaboração: Fabiano Brun)
(Fonte: R7.com)

terça-feira, 21 de maio de 2013

PM prende homem que fabricava balões na Baixada Fluminense.


Policiais militares da Unidade de Polícia Ambiental Móvel (UPAm Móvel) prenderam, na tarde desta segunda-feira (20), um homem que fabricava balões na própria residência em Belford Roxo, Baixada Fluminense. Segundo a PM, Elenildo Gomes Cabral, de 49 anos, foi preso dentro de casa, que fica no Jardim das Acácias. Foram apreendidos diversos balões prontos e inacabados, bandeiras, fogos de artifício, lanternas, velas, maçaricos e materiais de fabricação. A Polícia Ambiental chegou ao local graças à denúncias feitas ao Disque-denúncia. O caso foi encaminhado para a 54ª DP (Belford Roxo) e o responsável foi enquadrado no artigo 42 da Lei de Crimes Ambientais que proíbe a ação de "fabricar, vender, transportar ou soltar balões que possam provocar incêndios nas florestas e demais formas de vegetação, em áreas urbanas ou qualquer tipo de assentamento humano", cuja pena é de detenção de um a três anos ou multa, ou ambas as penas cumulativamente.
(Colaboração: Fabiano Brun)
(Fonte: G1.com)

Inquérito investiga identidade de empresário que fechou negócios com Garotinho e outros deputados federais.


A inventiva mente que criou o empresário fantasma George Augusto Pereira e no nome dele registrou a GAP Comércio e Serviços sigla com as iniciais do nome de George também parece ter talento para fechar negócios: a carteira de clientes da empresa inclui, além do deputado federal Anthony Garotinho (PR-RJ) e a Prefeitura de Campos, dois deputados federais, a Alerj, duas secretarias estaduais, a Polícia Civil e a Prefeitura de Caxias. Ora alugando carros e ambulâncias, ora vendendo pneus, a polivalente GAP recebeu, de todos esses clientes, pelo menos R$ 33.651.461,24. Um inquérito da Delegacia Fazendária da Polícia Civil investiga o responsável pela criação de George, o fantasma revelado pela revista "Época". Hoje registrada no nome de Jacira Trabach Pimenta, uma senhorinha de 69 anos, a GAP tem à sua frente Fernando Trabach Gomes. Ontem, segundo sua assessoria de imprensa, ele viajou para os Estados Unidos. Criada em 2006 sob o nome fantasia GAP Produtos Automotivos, a empresa alugou ambulâncias para a Prefeitura de Campos, carros de fumacê para a de Caxias e carros de luxo para Garotinho e os deputados federais Zoinho (PR-RJ) e Cristiano (PTdoB-RJ). Para a Secretaria de Saúde e a Polícia Civil, vendeu pneus. A Alerj e a Secretaria de Ciência e Tecnologia não informaram o que compraram. O Ministério Público está interessado em saber detalhes do repasse da Prefeitura de Campos, o maior de todos, de pelo menos R$ 32 milhões. Uma ação civil pública da Promotoria de Tutela Coletiva investiga o contrato com a prefeitura. Na Delegacia Fazendária, o objeto da investigação é a misteriosa identidade de George. Nesta segunda-feira, enquanto Anthony Garotinho se disse enganado “Não sabia de nada. Meu contato era com o Fernando Trabach”, afirmou  o movimento em torno da sede da GAP, no bairro Figueira, em Duque de Caxias, parecia bem diferente do agitado entra e sai de meses atrás, descrito por alguns vizinhos. Durante 40 minutos, o EXTRA tentou ser atendido por algum funcionário da GAP, mas ninguém veio à porta da empresa. Por telefone, uma funcionária afirmou não ter autorização para dar informações. Todas as janelas da casa estavam fechadas. Lá dentro, carros com o brasão da Prefeitura de Campos. Há cinco meses não vejo nada aqui. Hoje (ontem), vi funcionários e carros. Sei que o dono é o Fernando, o mesmo do posto da frente — indicou um vizinho. No posto em frente, frentistas não quiseram informar se o dono era Fernando Trabach. Além da GAP, a mãe do empresário, Jaciara Trabach, também tem postos de gasolina registrados em seu nome na Junta Comercial.O deputado federal Zoinho, do mesmo partido de Garotinho, também se disse surpreso diante da revelação de que George não existe. "Vocês estão dizendo que é fantasma. Vou trabalhar para provar que não é", afirmou o deputado. O ex-deputado Cristiano (PTdoB) não foi encontrado. O contrato de aluguel de seis carros de fumacê e oito kombis para transportar pacientes para a Prefeitura de Duque de Caxias termina em junho. De acordo com o prefeito Alexandre Cardoso, não haverá prorrogação. A Prefeitura de Campos afirmou que a GAP foi contratada por licitação para oferecer veículos e motoristas para a remoção de pacientes. Ainda de acordo com o município, foi aberta uma auditoria para investigar a denúncia.
(Colaboração: Fabiano Brun)
(Fonte: Jornal EXTRA) 

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Jovem é vítima de estupro em Nova Iguaçu.


Uma jovem de 18 anos foi estuprada por três criminosos no Bairro Paraíso, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, na madrugada desta sexta-feira (17). A vítima foi abordada pelo trio em um ponto de ônibus na Avenida Abílio Augusto Távora, antiga Estrada de Madureira, onde estava com um grupo de amigos, por volta de 0h20. Três jovens foram detidos por policiais do 20º BPM (Mesquita). Eles são suspeitos de outros esturpos. Duas jovens foram até a delegacia no final da manhã desta sexta para fazer o reconhecimento dos suspeitos. Segundo a Polícia Militar, eles foram detidos em flagrante, acusados de praticar estupro contra a jovem. Com eles foi apreendida uma faca utilizada para ameaçar a vítima. Um veículo Polo, que teria sido usado no crime também foi apreendido, por documentação.  Os criminosos levaram a jovem em um veículo Polo até um matagal, onde cometeram o crime, ameaçando-a com uma faca, de acordo com informações do 20º BPM (Mesquita), responsável pela área. Por volta de 1h30, policiais do batalhão, em patrulhamento na via, viram dois dos suspeitos empurrando o carro e os abordaram. Ao ver os policiais, a vítima, que estava dentro do carro com outro criminoso, anunciou que tinha sido vítima de abuso sexual. Os policiais a encaminharam, então, ao Hospital da Posse, onde passou por exames e, em seguida, à 56ª DP (Comendador Soares) para registrar a ocorrência. Os criminosos foram identificados como Jean Luck Mendes dos Santos, de 18 anos, Marcos Paulo Pimentel Alves Flor e Ricardo Lopes Niza Pereira, ambos de 19 de maio.
(Colaboração: Fabiano Brun)
(Fonte: G1.com)


TCM recomenda suspensão da construção da Transolímpica.


Previsto para ser concluído ainda daqui a dois anos, o corredor de ônibus Transolímpica  que ligará a Barra a Deodoro, já é alvo de laudo apontando desequilíbrio físico-financeiro na obra. É essa a conclusão prévia de relatório do Tribunal de Contas do Município (TCM). Visitas feitas por técnicos do órgão de fiscalização revelam que os serviços executados em trecho da via na área de Sulacap correspondem, no máximo, a cerca de 40% do valor total pago pelo segmento, de R$ 71 milhões.  Pelo cálculo aproximado feito à época do relatório, é como se apenas R$ 30 milhões tivessem de fato se transformado em obra. O dinheiro foi pago em parcelas entre maio e setembro. “Não poderia ter havido o desembolso dos subsídios sem que tivessem sido realizados os correspondentes serviços de engenharia. Recomendamos que não sejam mais efetuados quaisquer pagamentos até que o equilíbrio físico-financeiro da obra seja restabelecido”, diz um trecho do relatório. A Secretaria Municipal de Obras informou que o pagamento não é feito considerando trechos da via. “Este pagamento citado se refere ao subsídio, e a secretaria já solicitou a adequação do cronograma para desembolso. A Transolímpica é uma concessão precedida por obra pública, e a obrigação é de percentual de obra anual atendida, não mensal”. A via expressa terá 23 quilômetros e está orçada em R$ 1,6 bilhão. O financiamento será em parceria com a iniciativa privada, através de concessão, que dará o direito de construção, manutenção e operação por 35 anos. O valor do pedágio será o mesmo da Linha Amarela. Atualmente, a tarifa é de R$ 5 para carros de passeio e R$ 2 para motos. Via cortará nove bairros e fará integração com trens. A Transolímpica terá no total 26 pontes e viadutos, além de dois túneis: Engenho Velho e Boiúna. A cobrança do pedágio será feita numa praça instalada entre a Avenida Marechal Fontenelle, em Sulacap, e o Túnel do Engenho Velho, no Maciço da Pedra Branca. A via expressa não terá sinais de trânsito em seu trajeto e fará ligação com a Transcarioca, na Taquara, e com a Transoeste, no Recreio dos Bandeirantes, além de se interligar a outros modais, com os trens da SuperVia no bairro de Deodoro. O corredor cortará os bairros da Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Camorim, Curicica, Taquara, Jardim Sulacap, Magalhães Bastos, Vila Militar e Deodoro, podendo ser uma opção à Linha Amarela para quem vive na Baixada Fluminense e nas regiões próximas à Avenida Brasil. A previsão da prefeitura é que cerca de cem mil pessoas sejam beneficiadas com o BRT Transolímpica. A expectativa é a de que 55 mil veículos por dia circulem pelo corredor, podendo chegar a 90 mil por dia sem necessidade de obra ou projeto de ampliação.
(Colaboração: Matheus Henrique)
(Fonte: Jornal ODia)

domingo, 19 de maio de 2013

Governo federal desmente boato sobre suspensão do Bolsa Família


Por meio de nota oficial divulgada na noite deste sábado (18), o governo federal desmentiu boatos sobre a suspensão de pagamentos do Bolsa Família, programa social de transferência de renda que beneficia 13,8 milhões de famílias em todo o país. Informações sobre o fim do pagamento do benefício geraram tumultos em estados do Nordeste, como Rio de Janeiro Nesses locais, beneficiários correram às lotéricas após o boato de que o recebimento de valores só seria feito até este sábado."O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, MDS, informa que não há qualquer veracidade nos boatos relativos à suspensão ou interrupção dos pagamentos do Programa Bolsa Família. O MDS reafirma a continuidade do Bolsa Família, assegura que o calendário de pagamentos divulgado anteriormente está mantido e que não há qualquer possibilidade de alteração nas regras do programa", diz a nota.A Caixa Econômica Federal informa que o pagamento do programa Bolsa Família ocorre normalmente de acordo com calendário estipulado pelo Governo Federal. A Caixa esclarece ainda que não procede a informação de que hoje seria o último dia para o pagamento do Bolsa Família. O calendário de pagamento pode ser consultado através do site www.caixa.gov.br e pelo telefone 0800 726 0101.
(Fonte: G1.com)

Evento Aldeia Ambiental discute ações para a preservação da Reserva Biológica do Tinguá


Em comemoração aos 24 anos de criação da Reserva Biológica do Tinguá, em Nova Iguaçu, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) realiza, na próxima quinta-feira, dia 23, das 7h às 17h, a "Aldeia Ambiental 2013". De acordo com Flávio Silva, chefe da reserva, a iniciativa tem o objetivo de integrar a comunidade com todas as ações de proteção ambiental do espaço. Na ocasião, diversas instituições do nosso Conselho Consultivo, como Inmetro, Cedae e Onda Verde, vão apresentar ações de proteção para essa área, que é voltada para pesquisa científica e educação ambiental – explica Flávio.Ainda segundo ele, serão montadas tendas caracterizadas na sede Tinguá do Sindipetro Caxias. Todas elas serão com temas ligadas à importância da preservação.Flávio ressalta que haverá também oficinas temáticas, mesas redondas, esquetes teatrais e exposição de serviços públicos dos órgãos voltados à proteção.
(Fonte: EXTRA)

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Jovem é morta incendiada na Baixada Fluminense


Uma jovem morreu incendiada em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O corpo de Andreza de Souza, de 22 anos, foi encontrado ainda em chamas em um terreno baldio, em Nova Iguaçu. Operários de uma obra próxima ao local do crime encontraram o corpo, chamaram a polícia e avisaram a família. O delegado da Delegacia de Nova Iguaçu (58ª DP), Marcos Henrique, afirmou que espera ajuda da população para descobrir o autor do crime e o motivo.Familiares de Andreza suspeitam do ex-companheiro. De acordo com uma das irmãs, que não quis se identificar, a jovem era constantemente agredida. Ele sempre agredia ela. Eu muita vezes separei briga dos dois. Como mais da metade do corpo da vítima estava queimado, os peritos não conseguiram descobrir se Andreza tomou algum tiro ou pancada antes de ser incendiada.
(Fonte: R7.com)

"DEU RUIM" MPF move ação de improbidade administrativa contra André Ceciliano e Tarciso Pessoa, ambos do (PT)


Obras de hospital e de saneamento básico do município foram abandonadas. O Ministério Público Federal (MPF) em Volta Redonda (RJ) moveu duas ações de improbidade administrativa contra André Luiz Ceciliano e Tarcísio Gonçalves Pessoa, ex e atual prefeitos de Paracambi, respectivamente, por uso indevido de verba federal para a construção de hospital e de rede de esgoto municipal, ambas não concluídas. (Processos n° 0000322-40.2013.4.02.5119 e nº 0000321-55.2013.4.02.5119). Segundo uma das ações, movida pelo procurador João Felipe Villa do Miu, a prefeitura de Paracambi recebeu R$ 1,5 milhão do Fundo Nacional de Saúde (Funasa) para a construção de um hospital. Embora os recursos tenham sido liberados entre 2004 e 2009, a obra não foi concluída. Em dezembro de 2008, uma vistoria constatou que a construção estava paralisada e sofrendo processo de deterioração. Iniciada na gestão de André Luiz Ceciliano, a obra foi abandonada pelo seu sucessor, o atual prefeito Tarcísio Gonçalves Pessoa. Em outra ação, os dois acusados respondem por irregularidades em três convênios assinados com a Funasa no valor total de R$ 11 milhões e 650 mil para a implantação e melhoria do sistema público de saneamento básico, redes de esgoto e construção de uma estação de tratamento. Dentre as ilegalidades identificadas pelo MPF, estão a apresentação de documentos exigidos para prestação de contas fora dos prazos determinados e a paralisação das obras. Para o MPF, André Luiz Ceciliano e Tarcísio Gonçalves Pessoa fizeram mal uso de recursos públicos e não fiscalizaram sua aplicação nas obras. Mesmo que tenha recebido de seu antecessor as obras inacabadas e com grande parte das verbas já utilizadas, o atual prefeito Tarcísio Gonçalves Pessoa tem responsabilidade nos processos, uma vez que durante o seu mandato foram liberados recursos para o término das obras e, ainda assim, elas não foram concluídas. Para o procurador, todos os convênios analisados apresentaram planos de trabalho inconsistentes, pois não foram seguidos os cronogramas apresentados inicialmente. "Esta é apenas a primeira medida judicial em face dos gestores. O MPF ainda analisa a responsabilidade criminal de empresários, fiscais e servidores da Funasa. A malversação dos recursos foi um sério atentado aos direitos humanos dos moradores de Paracambi, pois deixou de ser concluída a construção de um hospital e de parte da rede de esgoto municipal" - disse o procurador. O MPF pede a condenação dos acusados a todas as penas previstas na lei de improbidade administrativa, como perda da função pública, suspensão de direitos políticos de cinco a oito anos, proibição de contratar com poder público e receber benefícios ou incentivos fiscais, além de multa incidindo sobre todos os valores recebidos ilegalmente mais juros e correção monetária.
(Fonte: MPF- Volta Redonda)

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Operação Roleta Russa interditou 34 ônibus em Magé e Caxias.


A Operação Roleta Russa, do Procon-RJ, interditou 34 ônibus e autuou 37 em seis empresas de Duque de Caxias e Magé, na madrugada de ontem. Foi o primeiro dia da operação na Baixada Fluminense e o quarto em todo o Estado do Rio. Até agora, 116 veículos foram lacrados. A operação foi deflagrada devido ao grande número de denúncias recebidas pelo Procon-RJ. As principais irregularidades encontradas foram bancos soltos e rasgados, elevador para portadores de deficiência com defeito, lanterna quebrada, extintores de incêndio com prazo de validade vencido e documentação em situação irregular. As empresas vistoriadas foram a Expresso Mangaratiba, União, Jurema, Limousine Carioca, Trel e Vera Cruz. A Expresso Mangaratiba liderou as interdições com 19 ônibus lacrados por documentação atrasada, pneus carecas e extintor de incêndio em péssimas condições.
As empresas têm 15 dias para corrigirem as irregularidades. Se nada for feito, será estipulada uma multa.
(Colaboração: Fabiano Brun)
(Fonte: EXTRA)

Corpo de idosa some de hospital de Belford Roxo


Uma idosa, de 84 anos, morreu de complicações cardíacas  após ser internada no Hospital Municipal Jorge Júlio Costa Santos, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, no início da manhã de quarta-feira (15).No entanto, quando a família de Laudelina dos Santos foi buscar o corpo na unidade, ele havia sumido, conforme mostrou o Bom Dia Rio desta quinta-feira (16). O caso foi registrado na 54ª. "Não entra na minha cabeça. Porque aquele caixão não foi aberto? Porque ninguém velou aquele corpo? Porque ninguém viu que aquele corpo não era da família? Esse é o meu questionamento", desabafou Helby Andrade, filha da vítima. O procurador geral de Belford Roxo fez o pedido de  exumação do corpo da idosa.No início da madrugada de quinta-feira (16), a Prefeitura de Belford Roxo confirmou que o corpo da idosa foi enterrado no lugar de outra mulher - Lucinéia Caetano, no cemitério de Inhaúma. O procurador-geral do município, Alexandre Bissoli, vai dar entrada no pedido de exumação para confirmar a troca e liberar o corpo para a família realizar o enterro.A prefeitura acrescentou ainda que a direção do hospital foi afastada e será aberta uma sindicância  para apurar os culpados, que serão punidos.
(Colaboração: Fabiano Brun)
(Fonte: CBN)

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Procon lacra 34 ônibus na Baixada Fluminense


A Secretaria Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor faz nesta quarta-feira o quarto dia da operação Roleta Russa para vistoriar o estado de conservação dos ônibus que circulam no Rio de Janeiro, as documentações dos veículos e dos motoristas. Agentes da Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor do governo do Rio de Janeiro (Procon) vistoriaram as garagens de mais seis empresas da Baixada Fluminense e 34 ônibus foram lacrados. As empresas vistoriadas foram: Expresso Mangaratiba, União, Jurema, Limousine Carioca, Trell e Vera Cruz. Na Viação Expresso Mangaratiba, 19 ônibus foram lacrados devido a irregularidades como documentação atrasada, pneus carecas e extintor de incêndio em péssimas condições de uso. Essa foi a empresa com maior número de interdições. No primeiro dia de operação, quatro grandes empresas de ônibus - Paranapuan (Ilha do Governador), Estrela Azul (vila Isabel), Transportes Vila Isabel (Grajaú) Jabour (Campo Grande) - foram autuadas e  22 coletivos que apresentaram irregularidades foram lacrados. No segundo dia de operação outras quatro empresas da zona norte e de São Gonçalo foram vistoriadas. Trinta ônibus foram lacrados, e outros oito tiveram os problemas apresentados solucionados na hora. O balanço final do terceiro dia de fiscalização, em empresas das zonas oeste e norte terminou com 38 ônibus autuados, sendo 22 lacrados. Os principais problemas encontrados pelos agentes foram a sujeira nos coletivos e a rampa de acesso para cadeirantes. Veículos vistoriados que não apresentaram condições adequadas para o tráfego foram interditados e permanecerão fora das ruas até que sejam regularizados.
Colaboração: Matheus Henrique
(Fonte: Terra)

STJ condena fabricante de Coca-Cola a pagar multa de R$ 460 mil.


A Refrigerantes Minas Gerais Ltda., produtora de Coca-Cola, terá de pagar quase R$ 460 mil, em valores atualizados, por ter reduzido a quantidade de refrigerantes nas embalagens, de 600 ml para 500 ml. A multa, aplicada pelo Procon-MG, foi mantida pela Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Segundo o órgão mineiro de defesa do consumidor, a empresa teria “maquiado” o produto, praticando “aumento disfarçado” de preços, ao reduzir as embalagens de Coca-Cola, Sprite, Fanta e Kuat sem informar adequadamente os consumidores. A empresa alegou seguir norma do Ministério da Justiça, apresentando no rótulo a redução, em termos nominais e percentuais, além de ter também reduzido proporcionalmente o preço na fábrica. O argumento foi rejeitado tanto administrativamente quanto pelo Judiciário mineiro, que fixou ainda honorários advocatícios no valor de R$ 25 mil. Para o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), a redução do volume dos refrigerantes de 600 ml para 500 ml, sem qualquer mudança da embalagem já reconhecida há vários anos pelo consumidor, implicaria violação do direito do consumidor à informação clara, precisa e ostensiva. No STJ, a empresa alegava também que não poderia ser responsabilizada, porque reduziu os preços proporcionalmente. De acordo com o fabricante, caberia aos distribuidores repassar a diminuição de custos, arcando com a responsabilidade caso não o fizessem.

Colaboração: Matheus Henrique.

(Fonte: Jornal EXTRA)


terça-feira, 14 de maio de 2013

Polícia retira famílias de ocupação irregular em Nova Iguaçu.


Policiais militares dão apoio em uma operação de reintegração de posse na região de Cabuçu, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, na manhã desta terça-feira (14). Segundo informações da corporação, cerca de 300 famílias ocuparam, recentemente, as construções que seriam do programa "Minha Casa Minha Vida". De acordo com a PM, 100 agentes do Batalhão de Choque (BPChq) guardam o local com o apoio do 20º BPM (Mesquita), responsável pela área. O local é na esquina da Avenida Abílio Augusto Távora com a Estrada do Saco. A retirada das famílias é feita somente com a apresentação de uma ordem judicial apresentada por um oficial de justiça. A polícia somente atua em casos e resistência ou agressão, em apoio aos agentes, de acordo com a corporação. A assessoria de imprensa da Prefeitura de Nova Iguaçu informou que o pedido de reintegração de posse foi feito pela Caixa Econômica Federal e que é responsável apenas por cadastrar os interessados em receber o benefício.
(Fonte: G1.om)


segunda-feira, 13 de maio de 2013

Carro de Washington Reis é alvo de tiros em Duque de Caxias.



A comitiva do deputado federal Washington Reis (PMDB-RJ) foi atacada a tiros por um homem não identificado, por volta das 17h deste sábado, 11, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Um disparo atingiu a picape Hilux onde estava o parlamentar, e outro acertou uma Blazer que acompanhava a comitiva. Ninguém ficou ferido. Reis percorria obras de dragagem do Rio Sarapuí, realizadas pelo Instituto Estadual do Ambiente do Rio (Inea), quando foi atacado na Rua Pedro Lessa, uma das principais do bairro Olavo Bilac. Além dele, estavam na Hilux o deputado estadual Rosenverg Reis (PMDB), que é seu irmão, além do motorista e um assessor. O deputado federal foi prefeito de Caxias entre 2005 e 2008, quando tentou a reeleição mas perdeu para Lindbergh Farias (PT). Ano passado, foi novamente derrotado, desta vez para Alexandre Cardoso (PSB). Reis descartou que o ataque tenha motivações políticas. "Foi um ataque de bandidos comuns, reflexo da falta de segurança a que nós e todos os cidadãos da Baixada Fluminense estamos expostos", disse o parlamentar, em nota. Um assessor de Reis registrou o episódio na 59ª Delegacia de Polícia (Duque de Caxias).
(Fonte: ISTOÉ)

Sandro Matos é investigado por fraude na merenda escolar de creches.


Feijão pelo dobro do preço, frango superfaturado e uma série de outras possíveis fraudes envolvendo duas licitações para o fornecimento da merenda escolar em São João de Meriti levaram o prefeito Sandro Matos e seu irmão de consideração, o deputado federal Marcelo Viviani Gonçalves, o Marcelo Matos, a serem investigados em um inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal (STF), a pedido da Procuradoria Geral da República (PGR). Agora, após dois anos de apuração, uma perícia vai analisar cada uma das milhares de notas fiscais apreendidas nas creches da cidade. Os irmãos Matos são suspeitos de fraudar as licitações 1/2009 e 26/2010, para que a empresa Home Bread Indústria e Comércio Ltda. saísse vencedora e pagasse uma porcentagem aos dois. Eles negam as acusações. O inquérito, foi autorizado pelo ministro Joaquim Barbosa, relator do caso, após uma denúncia anônima informar que só 40% da verba para merenda chegava aos pratos dos alunos, devido a superfaturamento e uso de notas frias. O relato detalhava suposto esquema de corrupção montado por Sandro e seu então secretário de Governo, Marcelo. "As licitações são aparentemente normais, mas, ao ganhar a licitação, o empresário é levado à sala do Sr. Marcelo Viviane, que explica: temos uma caixinha, pois, sem dinheiro, ninguém faz cam$, são 30% no dia de receber a fatura, traga dinheiro vivo", dizia a denúncia. Nova denúncia, uma semana antes de uma nova licitação, adiantou que a Home Bread ganharia outro certame, no valor de R$ 4.264.352,45. Foi o que ocorreu. No inquérito, uma petição do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, a Joaquim Barbosa, aponta ainda um estranho excesso de exigências no edital, que só a Home Bread cumpriu. Ainda em 2011, o STF determinou que as 72 creches atendidas pelo contrato com a Home Bread enviassem as notas fiscais da merenda. Enquanto corria o prazo para a resposta, o MPF recebeu uma terceira denúncia, relatando uma reunião em que as diretoras de creches foram orientadas pela Secretaria de Educação a não entregar as notas fiscais ao STF. Logo após, uma carta enviada ao ministro Joaquim pela diretora da Associação Educacional Francisca Nubiana da Silva, Francisca Núbia da Silva, confirmou o sobrepreço e relatou a pressão sobre os diretores de creches de Meriti.O prefeito Sandro Matos negou qualquer fraude envolvendo o fornecimento de merenda escolar.


(Reprodução do Jornal EXTRA)

sexta-feira, 10 de maio de 2013

MP denuncia pastor Marcos Pereira.


O MPRJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro) denunciou Marcos Pereira da Silva, o diretor da igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias, por dois crimes de estupro e coação de testemunha. Segundo o MP, o pastor, acompanhado por comparsas, ameaçou uma das vítimas dos abusos sexuais por prestar depoimento contra ele. Um dos estupros, de acordo com o promotor Rogério Lima Sá Ferreira, foi cometido contra uma seguidora no final de 2006, nas dependências da igreja. O segundo caso denunciado pelo MP ocorreu em 2009, contra outra integrante da Assembleia de Deus. Em ambos os episídios, o pastor teria se valido da condição de autoridade religiosa para cometer os crimes. Ainda de acordo com Rogério Ferreira, o pastor e os comparsas Ubirajara Moraes Pereira, Cezar Luiz Morares Pereira, Lúcio Oliveira Câmara Filho e Daniel Candeias da Silva vão responder por coação por ameaçar uma das vítimas, que denunciou o líder religioso pela prática dos crimes. Marcos Pereira da Silva foi capturado por policiais civis na última terça-feira quando dirigia pela avenida Brasil. Contra ele havia dois mandados de prisão pendentes. Na delegacia para onde Marcos Pereira foi levado, integrantes da igreja, como o ex-pagodeiro Waguinho, fizeram uma espécie de vigília. O suspeito se mostrou surpreso pela abordagem policial e antes de, entrar prestar depoimento, disse não imaginar por qual motivo estava sendo acusado.
Colaboração; Matheus Henrique
(Fonte: G1.com)

Duque de Caxias começa a demolir casas em terreno contaminado.


Entre o risco de contaminação e a falta de um lugar para morar. Cerca de 750 famílias que construíram irregularmente casas na Cidade dos Meninos começaram a ser despejadas ontem pela Polícia Federal. O bairro de Duque de Caxias é contaminado por pó de broca e moradores antigos já apresentaram problemas de saúde devido ao contato com o produto que era usado em pesticidas e foi abandonado no terreno. Apesar do perigo na área, o desespero de ver a moradia demolida tomou conta de ocupantes que terão 60 dias para deixar o local. A aposentada Sandra Modesta de Carvalho, 67 anos, mora com o filho Jonas, de 17, em uma das casas e lamentou que gastou R$ 4.500 na obra.  Segundo o prefeito de Duque de Caxias a Cidade dos Meninos é contaminada e representa perigo à população. Ele falou que a prefeitura estuda a melhor forma de descontaminação.“Existem três formas: por incineração, encapsulamento ou bioremediação. Estamos estudando todas elas para encontrar o melhor caminho. Acho que até o final de julho devemos decidir a modelagem de tratamento”. Segundo Alexandre Cardoso, os moradores serão levados para o condomínio Nossa Senhora do Carmo, em Jardim Pantanal.
Colaboração; Matheus Henrique
(Fonte: Jornal TN-Online)

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Homem é preso com carteira falsa da Polícia Civil em Seropédica


Agentes da Polícia rodoviária Federal (PRF) prenderam, na madrugada desta quarta-feira, um falso delegado na Rodovia BR-116, altura do quilômetro 207, em Seropédica, na Baixada Fluminense. O suspeito estava num Fiat Siena prata, com um Brasão da República falso afixado ao para-brisa. Durante a abordagem, o motorista apresentou uma carteira e um distintivo falsos da Polícia Civil, que o identificavam como delegado de Direitos Humanos. O suspeito foi preso e levado para a 50ª DP (Itaguaí). Na delegacia, os agentes descobriram que o Siena havia sido roubado em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. O falso policial circularia com o veículo há pelo menos quatro anos.  
(Colaboração; Matheus Henrique)
(Fonte: O Dia Online)

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Professores de Duque de Caxias continuam em greve.


Os professores municipais de Duque de Caxias devem continuar em greve, pelo menos até a próxima quinta-feira. Segundo o Sindicato dos Professores (Sepe), no dia 9, será realizada uma assembleia para discutir as propostas de reajuste, que estão em negociação com a prefeitura da cidade. A categoria reivindica, entre outras coisas, eleição direta para o cargo de diretor e piso de cinco salários para o professor iniciante e de três salários e meio para o pessoal administrativo. De acordo com Rose Cipriano, coordenadora geral do Sepe-Caxias, 90% das escolas da rede municipal foram atingidas pela paralisação dos professores. Nesta terça-feira, uma comissão do sindicato foi recebida pelo prefeito Alexandre Cardoso, que disse acreditar num entendimento com a categoria. No entanto, Cardoso alegou que a paralisação dos professores atingiu apenas 40% das escolas municipais. Em Capivari, na Escola Municipal Parque Capivari, de um total de 27 turmas, apenas três tiveram aulas. Já em Xerém, no Ciep municipalizado Célio Rabelo, houve aulas apenas para uma turma. Duque de Caxias tem cerca de 90 mil alunos e 173 unidades escolaresColaboração: Matheus Henrique
(Fonte; Jornal EXTRA)

Jovem de Paracambi é suspeito de por vídeos pornográficos na Internet


Um jovem de Paracambi, na Baixada Fluminense é suspeito de publicar na internet vários vídeos eróticos com menores de idade, as gravações fora feitas em Abril, mais as publicações só veio ocorrer um Maio. O autor das filmagem teve que esclarecer o que realmente foi feito com os vídeos, por meio de investigações não vamos ainda divulgar o nome do Meliante. Cerca de 90% da população de Paracambi já assistiram os vídeos, segundo fontes do nosso Blog, são cerca de 7 vídeos que foram parar na rede mundial de computadores. Os agentes da 51º DP de Paracambi foi até a casa do suspeito com mandato de busca e apreensão, chegando lá foram aprendidos Computadores, Cd's, Pendrives, entre outros equipamentos de informatica. Para o delegado de plantão Dr. Ícaro Costa, todas as vítimas envolvidas nas gravações sabiam que estavam sendo filmadas, pois o suspeito pediu que fosse feita as gravações e elas foram autorizadas pelas menores. Só depois que o Juiz receber de fato o inquérito o Suspeito do crime para a ser acusado diante dos fatos ocorridos.
(Texto; Jornal Perfil / Vídeo; Balanço Geral)

terça-feira, 7 de maio de 2013

Prefeito de Magé quer ajuda do estado


Prefeito reeleito em outubro do ano passado, Nestor Vidal (PMDB), de Magé, ainda trabalha para colocar a casa em ordem. Ele assumiu o primeiro mandato em 2011, após a ex-prefeita Núbia Cozzolino ter sido afastada do cargo. Vidal coloca a saúde como sua grande prioridade de governo. O diagnóstico, segundo ele, não é dos melhores. “A situação não é diferente a qualquer outro município da Baixada Fluminense. Magé vive grande dificuldade na captação de profissionais da área de saúde”, Concluiu o vice-presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Baixada Fluminense (Cisbaf), Nestor Vidal revela que as cidades da região enfrentam grandes dificuldades para contratar profissionais devido à concorrência com as clínicas particulares. “Como contratar médicos para trabalhar pelo valor que a prefeitura pode pagar? É difícil concorrer com as Organizações Sociais (OS). Magé paga R$ 8 mil e estou tentando ver com os pediatras uma diferenciação, pois há uma falta grande destes profissionais não só em Magé, mas em todo o país”, lamenta o prefeito. Nestor Vidal revela que pretende entregar ao governo do estado a gestão da maternidade de Piabetá, hoje sob administração municipal. Segundo ele, 50% do atendimento é de pacientes que moram em Duque de Caxias. “O prefeito de lá fechou o Posto de Atendimento de Imbariê e, com isso, a população foi para Piabetá, que fica no limite com Caxias. Não temos condições de arcar com a despesa”, desabafa. Apesar das dificuldades, Vidal garante que as perspectivas da saúde são boas para a população de Magé. Segundo ele, Piabetá vai receber a primeira Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade em 60 dias. Este é o mesmo prazo que ele dá para a entrega da Policlínica de Santo Aleixo, que deverá ter 70 leitos. Ele também promete investir em atenção básica. “Hoje, o Programa Saúde da Família atende a mais de 80% da população. Estou fazendo as reformas no PSF e licitando quatro Clínicas da Família”. Colaboração: Matheus Henrique
(Fonte: Jornal O Dia)

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Baixada precisa de mais cinco hospitais', diz secretária-executiva.


Rosângela Bello, secretária-executiva do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Baixada Fluminense (Cisbaf), revela dificuldades para melhorar a saúde da região. Para ela, a Baixada precisa ganhar cinco hospitais de grande porte. A Baixada tem 3,8 milhões de habitantes e conta com apenas três hospitais de grande porte: o Hospital Geral de Nova Iguaçu (Posse), o Adão Pereira Nunes (Saracuruna) e o Moacyr do Carmo, este em Caxias. Para se ter uma comparação, o município do Rio tem 17 hospitais de emergência para 6,5 milhões de habitantes. Falta construir hospital na Baixada.A Posse atende do paciente com gripe ao infartado. Ela recebe muitas vítimas de trânsito, especialmente os ocorridos com motos. Muitos motociclistas andam sem capacete e a cabeça acaba sendo o pára-choque. Em geral, são pacientes muito jovens e que chegam com o quadro de saúde muito grave.  A equipe técnica está estabelecendo um protocolo de quais pacientes devem ser atendidos na Posse. O diagnóstico é feito e o hospital faz contato com a Secretaria de Saúde do município, de onde o paciente é oriundo, para que ele seja levado de volta, caso seu quadro não seja grave. Na semana passada, o secretário de São João de Meriti trouxe um paciente em estado muito grave, mas levou de volta outro paciente que estava fora de perigo, concluiu a secretária. 
(Fonte: O Dia Online)


domingo, 5 de maio de 2013

Hospital agoniza com médicos que só dão plantão no papel.


 Grande fila se forma diante do balcão do Hospital Adão Pereira Nunes. São pessoas pobres, a maioria moradores da periferia da Baixada Fluminense, e sem planos de saúde. Ficam até cinco horas à espera do atendimento. Os corredores da emergência estão apinhados de doentes, e macas improvisadas viram leitos no corredor. O ritmo é lento. Faltam médicos para socorrer os pacientes. O homem responsável por colocar a emergência em ordem é Paulo Décio Escobar Paiva. Mas o oftalmologista está ocupado a 38 quilômetros de Saracuruna, Duque de Caxias. Dezenove pessoas pagaram R$ 60 e são atendidas por ele na Policlínica da Santa Casa de Misericórdia, em Cascadura, Zona Norte do Rio.Entre uma consulta e outra, Dr. Paiva fala ao celular. É do hospital. Curto e direto, avisa: “Não, não vou aí hoje, não. Estou passando mal, só vim aqui para não deixar meus pacientes na mão.” Desliga o aparelho e, parecendo buscar uma desculpa, emenda como se falasse sozinho

sexta-feira, 3 de maio de 2013

A verdade sobre as reportagens que a Globo faz em Japeri - 1ª Parte



Amigos nesta postagem, estou usando as "mesmas armas" que a TV Globo usa: Imagens. O vídeo na minha opinião, deixa claro como a repórter Susana Naspolini, trabalhou de maneira errada nesta matéria. Durante a reportagem, a moça vira para os entrevistados e diz a seguinte pérola: "Tive uma ideia: No dia quatro de junho vamos até a porta da prefeitura e na Secretaria de Obras do Estado e vamos cobrar uma resposta"! Só pode ter sido ideia de jerico. De onde surgiu essa data? da cabeça maquiavélica de Naspolini ou havia prévio agendamento da produção do RJ Móvel? Quem manda no RJ TV? o editor ou Susana Naspolini? A repórter deve ter pensado que só tem otários em Japeri... Finalizo para que os leitores do BLOG tirem suas próprias conclusões.

Vice-governador Luiz Fernando Pezão passa o Dia do Trabalhador em Duque de Caxias.



O Dia do Trabalhador foi mesmo agitado em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Tanto que até o vice-governador, Luiz Fernando Pezão, foi conferir de perto as ações sociais promovidas pela prefeitura da cidade, em parceria com o governo do Estado. Ele passeou por lá com o prefeito Alexandre Cardoso.
Duque de Caxias precisava de alguém que olhasse para o futuro. Em quatro meses, o prefeito Alexandre Cardoso conseguiu trazer o maior investimento da Coca-Cola na América Latina, uma fábrica no bairro da Taquara. Com o fim das obras do Arco Metropolitano, o município será o maior gerador de empregos na Baixada - elogiou Pezão.E desde cedo foram oferecidos à população diversos tipos de serviços, como emissão de carteira de trabalho e identidade, cadastro em vagas de empregos, inscrição em cursos profissionalizantes, além de oficinas para crianças, entre outros.
(Fonte; EXTRA Online)