Abraji

Abraji

quarta-feira, 17 de julho de 2013

'Estamos muito atrasados', diz subsecretário sobre mobilidade urbana.

Vicente Loureiro, subsecretário estadual de Urbanismo Regional e Metropolitano do Rio de Janeiro, afirma que as prefeituras da Baixada já estão atrasadas na busca de soluções para o problema da mobilidade urbana. A falta de integração entre linhas de ônibus, a dificuldade de acesso às estações e a inexistência de corredores expressos são alguns dos problemas apontados como ingredientes para o caos diário enfrentado pela população da região. Segundo ele, o Pacto da Mobilidade, do governo federal, em que está prevista a injeção de R$ 3 bilhões na Região Metropolitana, é boa oportunidade para que prefeitos apresentarem “projetos criativos”. O que pode ser feito para melhorar o trânsito nas cidades da Baixada? Os congestionamentos hoje atingem até o deslocamento das pessoas entre os municípios da região. Os prefeitos estão muito atrasados nessa luta. Os investimentos até aqui têm sido muito pequenos. Há inúmeras soluções que já poderiam ter sido tomadas pelos prefeitos, independente de ajuda dos governos federal e estadual. A reversão de faixas é uma delas. A melhoria dos acessos às estações ferroviárias é outra. Hoje, muitas pessoas não usam o trem porque não há calçadas, não há meio de se chegar às estações. Um amigo, morador de Comendador Soares, me disse que não anda mais de trem porque não consegue chegar à estação. Ele tem que carregar seu computador no carrinho de rodinhas e sofre com os desníveis, com os buracos, com os camelôs, com a falta de calçadas... Já passou pelas estações ferroviárias? Várias têm dezenas de bicicletas amarradas. Poucas, como Japeri, contam com um bicicletário.
(Fonte: Jornal O Dia)

domingo, 14 de julho de 2013

Manifestantes realizam ato antes de casamento de neta de Jacob Barata


Cerca de 30 pessoas realizam, na noite deste sábado, um protesto em frente à Igreja do Carmo, no Centro do Rio, onde ocorre o casamento de Beatriz Barata, neta do empresário do setor de transporte da capital fluminense conhecido como “Rei do Ônibus”, Jacob Barata. Duas equipes de policiais do 5º BPM acompanham o ato que, até o momento, é pacífico.No local, uma manifestante vestida de noiva segura cartazes de crítica ao sistema de transporte público do Rio de Janeiro e os presentes gritam palavras de ordem contra o governador Sérgio Cabral. Diante da ocupação de parte da Rua 1º de Março pelos manifestantes, o trânsito segue em apenas uma faixa na via nas proximidades da igreja.
Na página do Anonymous, no Facebook, foi criado um evento denominado "Casamento da Dona Baratinha". Nele, os integrantes do grupo convocam manifestantes para a porta da Igreja do Carmo.
(Fonte: EXTRA)

sábado, 13 de julho de 2013

Mãe diz que bebê chora sangue na Baixada Fluminense


A mãe de uma criança de oito meses, moradora da Baixada Fluminense, afirma que a filha chora sangue. Segundo Naidilaine Santos de Azevedo, o problema começou há cerca de um mês após a criança ter 21 infecções renais. A mãe diz que, segundo os médicos, Nayara Santos tem má formação dos rins. Na última terça-feira (10), ela levou a menina ao Hospital Municipal José Rabello de Mello, em Guapimirim, na baixada, e mostrou a menina chorando ao diretor que, até então, não acreditava. A direção do hospital diz não ter especialistas para descobrir por que sai sangue junto com as lágrimas da menina. A mãe foi encaminhada para o Hospital Nossa Senhora do Loretto, na Ilha do Governador, zona norte do Rio, mas a consulta deve ocorrer somente em agosto. Naidilaine afirma que, segundo a avaliação de médicos já consultados, uma bactéria pode ter causado o fenômeno. A criança já foi medicada com antibióticos, mas a medicação não apresentou resultados. É muito triste, eu já não sei o que fazer. Hoje à noite, ela chorava de dor e eu chorava também porque não sei o que fazer.
Assista o vídeo; 
(Fonte: Balanço Geral)

sexta-feira, 12 de julho de 2013

OAB confirma que presos que confessaram morte e estupro de adolescente em parque foram torturados.

Uma comissão da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) confirmou que os quatro homens presos suspeitos do estupro e assassinato da adolescente Tayná da Silva, de 14 anos, encontrada morta em um parque de diversões em Colombo, região metropolitana de Curitiba (PR), foram torturados dentro de uma delegacia. O grupo realizou uma visita aos envolvidos na última quarta-feira (10) para exame de corpo de delito. O advogado dos suspeitos, Roberto Rolim de Moura, realizou a denúncia e informou que os clientes só confessaram o crime porque foram torturados. O sêmen encontrado nas roupas da adolescente não é dos suspeitos presos. A informação foi confirmada pela Secretária de Segurança Pública do Paraná, o que favorece a tese da defesa de que os envolvidos não são culpados. A reviravolta no caso pode ter aberto uma crise dentro da Polícia Civil paranaense. O caso passou para o Ministério Público e a Corregedoria da Polícia vai investigar o vazamento de informações sobre os testes. Será investigado quem cometeu o estupro contra a adolescente e se os funcionários tiveram realmente alguma participação no crime, além da denúncia de tortura. O advogado de defesa entrou com um pedido de habeas corpus na última quarta-feira (10), mas o documento ainda não foi avaliado. Em entrevista coletiva realizada na terça-feira passada (9), na Secretaria de Estado de Segurança, o chefe de divisão de Polícia Metropolitana da Polícia Civil do Paraná, Agenor Salgado Filho, disse que não cabe mais à polícia fazer análises. Segundo a polícia, a garota desapareceu no dia 25 de junho. Familiares contaram que ela saiu de casa para visitar uma amiga. Ela foi até a casa da colega e, quando saiu, mandou uma mensagem por celular para a mãe avisando que estava voltando. Depois disso, não foi mais vista.Os suspeitos foram presos na noite do dia 27, depois que testemunhas relataram que viram Tayná passando em frente ao parque. Eles confessaram que a estupraram e enterraram o corpo no terreno do parque. O corpo foi achado em um matagal que fica na frente do estabelecimento.
(Reprodução: R7.com)

Operação em Belford Roxo, no RJ, cumpre nove mandados de prisão


Policiais da 54º DP (Belford Roxo) fizeram uma operação, na manhã da última quarta-feira (10), em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, que resultou na prisão de cinco pessoas. Segundo o delegado Felipe Lobato Curi, havia contra os criminosos mandados de prisão por tráfico de drogas, roubos, associação para o tráfico, porte ilegal de armas e estupro. Segundo a Polícia Civil, a ação visava cumprir doze mandados de prisão preventiva. “Contra um deles, Carlos Eduardo Maia Gomes da Silva, havia três mandados de prisão preventiva por roubo. Foram cumpridos nove mandados nessa operação, sendo que quatro deles já estavam presos”, explicou o delegado. Foram presos ainda, de acordo com a Polícia Civil, por roubo, Ricardo Marcondes de Oliveira, Brian Sampaio da Silveira e Denis Marcondes de Oliveira. Paulo Roberto dos Santos Albino foi preso por tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas. Também foram cumpridos mandados de prisão contra outros quatro criminosos, que já estavam presos. São eles: o ex-policial militar Everton Gama Ferreira, pelos crimes de roubo e estupro; Douglas Oliveira Sacramento, por associação ao tráfico e porte ilegal de arma de uso restrito. Também foram presos  Alexandre Rodrigues e Nilo Sebastião Santos, ambos por associação para o tráfico. Ainda de acordo com o delegado Felipe Curi, além das prisões realizadas, outras investigações estão em fase de conclusão na 54ª DP, que resultará em novas operações policiais no município de Belford Roxo.
(Fonte; G1.com)


Japeri realiza III Conferência de Promoção da Igualdade Racial


No último sábado (6), a prefeitura de Japeri, por meio da Secretaria de Governo, realizou a III Conferência de Promoção da Igualdade Racial, com o tema “Democracia e Desenvolvimento sem Racismo, por um Estado e um Brasil afirmativos”.O evento discutiu as questões do preconceito, da discriminação e da desigualdade racial no Brasil, avaliou o que vem sendo realizado em termos de políticas públicas voltadas para os negros e as minorias, além de debater formas para a construção de políticas que busquem desconstruir a inferiorização da diferença e ainda fortalecer ações afirmativas de formação e geração de renda, principalmente para os jovens da cidade. Dentre os eixos abordados, foram escolhidos seis delegados (dois do governo e quatro da sociedade civil) que representarão Japeri na Conferência Estadual, em agosto. Estiveram presentes o prefeito Ivaldo Barbosa dos Santos, o Timor; os vereadores Márcio Bibi, Álvaro Carvalho e Marcos Arruda; a Secretária de Direitos Humanos de São João de Meriti, Leila Regina; o Juiz de Paz, Ozias Inocêncio; o Superintendente da Promoção da Igualdade Racial do estado do Rio de Janeiro, Marcelo Dias; o subsecretário Estadual dos Direitos Humanos, Rodrigo Nascimento; o secretário municipal de Defesa Civil, Antônio Marcos de Almeida Aguiar, pessoas da sociedade civil, além da Coordenadora da COPPIR (Coordenadoria de Promoção de Políticas da Igualdade Racial) de Japeri, Vera Nascimento, e toda equipe. O prefeito Timor afirmou que não medirá esforços para reduzir, ou até mesmo extinguir a desigualdade no município. “Eu, enquanto prefeito da cidade, na condição de chefe do poder executivo, junto com o parlamento, farei de tudo que puder para virarmos essa página. Chega de crime contra negros”, afirmou. Após discurso de todos os presentes na mesa, o Juiz de Paz, Ozias Inocêncio, palestrou e discutiu questões abordadas em seu livro “Justiça Social e Igualdade Racial”.
(Fonte: SECOM)

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Japeri é contemplada com programa Mais Médicos para o Brasil


A cidade de Japeri foi contemplada, pelo Governo Federal, com o programa “Mais Médicos para o Brasil”. A iniciativa tem como objetivo suprir as necessidades de médicos no município. O projeto será totalmente custeado pelo Ministério da Saúde, que pagará uma bolsa de R$ 10 mil e uma ajuda de custo aos profissionais. Além de Japeri, outras seis cidades da Baixada Fluminense serão beneficiadas: Duque de Caxias, Guapimirim, Magé, Paracambi, Queimados e Seropédica.
(Fonte: Governo Federal)

Homem é preso por abusar de duas enteadas em Belford Roxo - RJ



Um homem de 30 anos foi preso por abusar sexualmente de duas enteadas, uma de 6 anos e outra de apenas um ano e dez meses em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. Segundo informações da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) da cidade, os crimes e a denúncia ocorreram em março, mas a prisão foi efetuada na tarde desta quarta-feira (10).De acordo com a Polícia Civil, Bruno Xavier Ramos, 30 anos, foi acusado pela esposa por ter molestado as meninas em março e vinha sendo investigado desde então. Segundo o depoimento da mãe das vítimas, o suspeito teria abusado das menores por várias vezes desde a primeira denúncia feita às autoridades policiais. A polícia disse que apesar de uma suspeita de estupro consumado, não foram constatadas lesões nas partes íntimas das crianças durante exame de corpo de delito. Mesmo assim a prisão preventiva foi decretada pelo 1° Juizado Especial Criminal e Violência Doméstica e Familiar da Mulher após reunião de provas que comprovam o abuso.
(Fonte: G1.com)

Rocha de duas toneladas desliza em área considerada de risco em Magé


Uma rocha de duas toneladas deslizou de uma encosta, na madrugada desta terça-feira, em uma área de risco interditada desde a chuvas de janeiro, em Santo Aleixo, o segundo distrito de Magé. O acidente aconteceu na Rua Othon Linch Bezerra de Mello, às margens do Rio Roncador, quando uma placa de dois metros de altura, por dois de largura, deslizou na localidade conhecida como Poço Escuro. Segundo a prefeitura, a via já está liberada ao tráfego. Mas a área do deslizamento da rocha, considerada de risco pela Defesa Civil de Magé, permanece isolada. Manilhas foram postas no local, na época das chuvas, para impedir a circulação por lá, informa a prefeitura. Mas elas haviam sido retiradas. Por ser uma encosta formada por rocha e terra, o volume de chuva causa encharcamento do solo. A vegetação e as grandes árvores também estão contribuindo e formam um sobrepeso no paredão rochoso que está fragmentado, com risco de novos deslizamentos - explicou o geólogo Celso Lucio da Silva, em seu laudo de vistoria, que apontou as causas do deslizamento da rocha. A prefeitura informa ainda que, no local, onde os moradores ouviram um forte estrondo durante a madrugada, será feita uma ação emergencial por uma comissão formada por profissionais de diferentes secretarias. Poda e retirada de árvores comprometidas estão entre as medidas avaliadas por técnicos e engenheiros florestais.O prefeito Nestor Vidal disse ainda que vai elaborar um projeto para a contenção da encosta.
(Fonte: Jornal EXTRA)

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Prefeitura de Mesquita faz parceria com a Light para reduzir a conta de luz

O prefeito de Mesquita, Gelsinho Guerreiro, assinou, nesta terça-feira, um termo de parceria com Light para facilitar a inclusão da população do município no programa Tarifa Social, da empresa. O objetivo é reduzir em até 65% a conta de luz das famílias beneficiárias de programas de transferência de renda, como o Bolsa Família e o Renda Melhor. O abatimento varia de acordo com o consumo de cada casa. Quanto menor o gasto de energia, maior fica a redução da taxa. Em um segundo momento, a Light promoverá outras melhorias, como a troca de lâmpadas e de eletrodomésticos nas residências. Segundo o superintendente de Relações Institucionais da Light, Eduardo Camillo, a empresa planeja fazer programas educativos para conscientizar a população a reduzir seus gastos e ajudar a manter o planeta. A parceria cobrirá todo o município, mas sua implantação será iniciada em bairros onde a incidência de famílias beneficiárias dos programas de transferência de renda é maior. Entre eles estão a Chatuba, Coréia, Jacutinga, Maria Cristina, BNH e Banco de Areia.
(Fonte: Jornal EXTRA)

Inclusão social feita com arte em Duque de Caxias


Ana Clara Vilaça tem 11 anos e o grande sonho de ser bailarina. Moradora do bairro Jardim Primavera, em Duque de Caxias, ela é uma das 1.200 crianças do projeto Luar de Dança. A iniciativa foi uma das cinco selecionadas do Estado do Rio no Prêmio Sociocultural 2013. Criado em 2009, o prêmio contempla ações que contribuam para o crescimento social, aumento da autoestima das comunidades e geração de emprego e renda. A promoção é da Ong Rio Solidário, em parceria com o Instituto Cultural Cidade Viva. O prêmio foi motivo de muita comemoração por Deco Batista, coordenador do projeto. “Acreditamos no sonho de fazer um mundo melhor através da arte”, afirma. Ana Clara Vilaça tem 11 anos e o grande sonho de ser bailarina. Moradora do bairro Jardim Primavera, em Duque de Caxias, ela é uma das 1.200 crianças do projeto Luar de Dança. A iniciativa foi uma das cinco selecionadas do Estado do Rio no Prêmio Sociocultural 2013. Criado em 2009, o prêmio contempla ações que contribuam para o crescimento social, aumento da autoestima das comunidades e geração de emprego e renda. A promoção é da Ong Rio Solidário, em parceria com o Instituto Cultural Cidade Viva. O prêmio foi motivo de muita comemoração por Deco Batista, coordenador do projeto. “Acreditamos no sonho de fazer um mundo melhor através da arte”, afirma.

(Fonte: Jornal O Dia)

terça-feira, 9 de julho de 2013

Pessoas que perderam suas casas em enchente de Xerém ganham novas moradias


Lúcia Alves dos Santos, de 52, é portadora de deficiência visual. Na madrugada de 3 de janeiro deste ano, ela perdeu a casa de três andares, soterrada pela enchente que assolou Xerém, em Duque de Caxias. Seis meses depois, Lúcia volta a ter um lar. Ela é uma dos 464 novos proprietários do Condomínio Bolzano, na Estrada do Calundu 1100, no bairro Nossa Senhora do Carmo, em Caxias, destinado a beneficiados pelo programa federal de habitação federal “Minha casa, minha vida”. Do total, 100 casas serão destinadas a famílias que perderam suas residências na tragédia do início deste ano e que tiveram preferência para receber as unidades de 45 metros quadrados e avaliadas em R$ 62 mil. Mas, neste sábado, apenas 70 chaves foram entregues aos moradores de Xerém as restantes estavam com problemas de documentação, que deverão ser regularizadas nas próximas semanas. A Prefeitura de Duque de Caxias, em tempo recorde, conseguiu moradia para os desabrigados. É a primeira prefeitura a conseguir isenção de tudo, por causa do apoio do governo estadual. Agora, eles podem retomar suas vidas, com condições melhores comenta o subsecretário de Habitação de Duque de Caxias, Kelson Senra.
As 100 famílias serão isentas do pagamentos dos imóveis, que já estão mobiliados com fogão, geladeira, armários, camas, mesa, entre outros itens. A ideia do prefeito Alexandre Cardoso é que todas as unidades sejam entregues completas: Vou levar à presidenta Dilma (Rousseff) e à Caixa (Econômica Federal) que as casas sejam entregues mobiliadas. Hoje, conseguimos entregar (as unidades dos moradores de Xerém) porque o governo do estado, na pessoa do governador Sérgio Cabral e do secretário de estado de Assistência Social e Direitos Humanos, Zaqueu Teixeira, passaram esses recursos para comprarmos os móveis. Acho que com R$ 4, R$ 5 mil a mais podemos entregar as casas mobiliadas.Todo o empreendimento, que conta com mais condomínios na mesma estrada, terá 2.500 apartamentos, além de quadra poliesportiva, churrasqueira e estacionamento. O total do investimento será de R$ 200 milhões.
(Fonte; Jornal EXTRA)

Prefeitura de Nova Iguaçu promove evento com serviços gratuitos à comunidade


O programa "Chega Mais Comunidade", da prefeitura de Nova Iguaçu, através da Secretaria municipal de Assistência Social, com parceria de outros órgãos públicos e privados, ocorreu, pela primeira vez, neste sábsdp, no Campo do Carioquinha, no bairro Jardim da Viga. Serviços nas áreas de saúde  como atendimentos dermatológicos e odontológicos , de habitação como regularização do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU), além de corte de cabelos e recreação para crianças, como aulas de judô, brinquedos e brindes fizeram parte da ação. A atendente de perfumaria Margarete de Araújo Fonseca, de 39 anos, foi ao local fazer a carteira de identidade da filha e a sua carteira profissional. Muito bom isso que fizeram para ajudar o povo comentou. O vendedor Anderson Corrêa, de 40 anos, também ficou satisfeito com a iniciativa. Vim tirar a identidade e a carteira de trabalho do meu filho.Também quero refinanciar meu IPTU, que está atrasado. Aqui eles fazem uma simulação. É um serviço muito bom para a comunidade, principalmente para quem não pode resolver essas coisas durante a semana. A expectativa era receber 10 mil pessoas, mas até a metade da tarde, 15 mil já haviam participado da ação. O prefeito Nelson Bornier pretende realizar outras 24 ações iguais ao longo do mandato, em 24 bairros diferentes. A próxima, marcada para final de agosto deverá ocorrer em Campo Belo, na região do quilômetro 32.
(Fonte: Jornal EXTRA)

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Prefeitos e Uerj se unem para melhorar a Saúde


A Universidade Estadual do Rio de Janeiro vai propor soluções para o setor e preparar profissionais da área. Objetivo é desafogar as emergências dos hospitais da Baixada,  Na quarta-feira passada, o auxiliar de serviços gerais Celso Bernardino, 49 anos, precisou faltar ao trabalho para levar sua mãe, Maria Nazaré Bernardino, de 82, ao Hospital Geral de Nova Iguaçu, na Posse. Diabética e hipertensa, ela tem dificuldade para andar e depende dos cuidados do filho e da neta, Camila Maira, com quem mora, no bairro Jardim Iguaçu. “O atendimento no posto de saúde é precário e não tem os remédios que ela precisa. Ela passa mal quase todos os dias. Hoje, tivemos que trazê-la para a emergência do hospital”, diz Bernardino.Desde a inauguração da nova emergência do Hospital da Posse, em 22 de março, o número de atendimentos mensais, que antes era de cerca de seis mil, saltou para a média de 10 mil. Em abril, foram 11.983. No mês passado, a unidade recebeu 9.169 pessoas. Maria Nazaré é o exemplo de paciente que não precisaria ir à emergência do hospital, caso tivesse acesso ao Programa Saúde da Família, renomeado como Estratégia Saúde da Família. O programa, criado pelo governo federal em 1994, ainda não abrange grande parte das famílias nas cidades da Baixada Fluminense. Para melhorar a atenção básica, quatro dos 13 prefeitos da região se reuniram na terça-feira passada com Ricardo Vieiralves, reitor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Eles firmaram um acordo e a técnicos da universidade farão levantamento dos principais problemas da região para propor soluções. Um relatório será apresentado no início de agosto e encaminhado à presidenta Dilma Rousseff. O objetivo é ampliar o sistema. “Ampliar a atenção básica significa desafogar o atendimento emergencial em hospitais como Posse e Moacyr do Carmo (Caxias). Quero construir pelo menos 15 postos de saúde em Nova Iguaçu”, disse o prefeito Nelson Bornier, presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Baixada Fluminense (Cisbaf).
(Fonte: Jornal O Dia)

Japeri poderá ter um campus da faculdade Zumbi dos Palmares


A Prefeitura de Japeri estuda chegada de faculdade. Com objetivo de trazer uma faculdade para Japeri o prefeito da cidade, Ivaldo Barbosa dos Santos, o Timor, se reuniu com representantes da Faculdade Zumbi dos Palmares. O encontro aconteceu na manhã da última quarta-feira (26/06 ), na sede da prefeitura. “Os moradores de Japeri precisam e merecem uma faculdade na cidade. Não vou medir esforços para ter uma faculdade aqui. Será mais que uma conquista, será a realização de um sonho”, destacou o prefeito. A faculdade, que está sediada em São Paulo, pretende implantar campus no Rio de Janeiro. O interesse do governo municipal foi elogiado pelo reitor da faculdade. “O mais importante é constatar o interesse que o prefeito tem em trazer uma faculdade para o município”, afirmou José Vicente, reitor da Faculdade Zumbi dos Palmares. Um próximo encontro será marcado em breve. Representantes da faculdade vão preparar um estudo de viabilidade. Também participaram da reunião o secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio (Semdic) - Hélio Goes.
(Fonte: SECOM)

sábado, 6 de julho de 2013

Meriti faz mutirão para acompanhamento de saúde.


Um verdadeiro exército de 500 agentes comunitários de saúde e do programa Estratégia Saúde da Família (ESF) estão percorrendo São João de Meriti. A prefeitura começou nesta quinta-feira, 4, um mutirão de busca ativa para acompanhamento de saúde dos beneficiários do programa Bolsa Família. A iniciativa é direcionada aos favorecidos que tenham no cadastro crianças de até 7 anos, meninas ou mulheres de 14 a 44 anos e/ou gestantes. A ação segue até domingo, 7. O objetivo da ação é evitar que as famílias cadastradas no programa tenham seu cartão bloqueado, já que o acompanhamento de saúde é uma das condições para permanecer recebendo o benefício. No mutirão os agentes visitam as residências para direcionar as famílias até o posto de saúde mais próximo. Em casos especiais, como dificuldade de locomoção, os próprios agentes atuam munidos de balanças, fitas métricas e réguas antropométricas, para verificação de peso e altura. “Se as pessoas soubessem a importância do acompanhamento de saúde não se preocupariam somente em não ter o cartão bloqueado. Por isso assumimos este compromisso junto com a secretaria de Promoção Social”, destacou o secretário de Saúde Oscar Berro. Todas as unidades de saúde do município, exceto as 24h, estão realizando o acompanhamento de saúde. O atendimento é das 8h às 17h. No plantão especial de sábado e domingo o horário será das 8h às 16h. O beneficiário deve levar, além do cartão Bolsa Família, o cartão de vacinação e a caderneta de saúde da criança. A gestante também deve comparecer levando sua caderneta. “Assim que eu soube não perdi tempo e trouxe meu filho. Sabendo se ele está ou não com peso e altura certos para a idade, podemos investigar se há algo errado com a saúde”, disse a dona de casa Chenia Santos Furtado Morgado.
(Fonte Jornal EXTRA)

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Prefeitura de Nova Iguaçu municipaliza o Centro Integrado de Educação Especial


Na última terça-feira, dia 2, o prefeito Nelson Bornier anunciou a municipalização do Centro Integrado de Educação Especial (Ciesp) Castorina Faria Lima, no bairro Monte Líbano, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. A instituição, que, segundo Bornier, está com várias salas ociosas por falta de profissionais e equipamentos, será reformada. Uma das novidades da unidade será a implantação da equoterapia, que é um método terapêutico que utiliza o cavalo e busca o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com necessidades especiais. De acordo com o prefeito, a ideia é transformar o centro em um polo para atendimento de pessoas com deficiência, com oferta de cursos que gerem trabalho e renda. Além disso, foi informado que a prefeitura vai oferecer aos alunos musicoterapia, médicos, psicólogos, fisioterapeutas, fonoaudiólogas, dentistas e assistentes sociais, além de mais professores. A diretora do Ciesp, Wanderly Nobre Kiffer, informou que a unidade já teve 450 alunos matriculados, mas hoje possui apenas 130.
(Fonte: Jornal EXTRA)

Duque de Caxias entrega imóveis para moradores de Xerém atingidos por enchente


Rio de Janeiro - A prefeitura de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, anunciou hoje (3) que entregará as chaves do condomínio Bolzano, neste sábado (6) para as 100 famílias que perderam suas casas na enchente que ocorreu na cidade em janeiro deste ano. Os apartamentos vão beneficiar as famílias cadastradas no Programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal, e as pessoas também terão acesso ao Programa Minha Casa Melhor, onde podem financiar a compra de móveis e eletrodomésticos no valor de até R$5 mil. Os imóveis estavam sendo construídos na região e foram liberados pelo Ministério das Cidades para atender rapidamente aos moradores que tiveram suas casas devastadas pelo temporal. As chuvas que atingiram o distrito de Xerém no início do ano provocaram muita destruição, derrubando casas construídas às margens do Rio Capivari e deixando centenas de pessoas desabrigadas. Uma moradora que teve sua casa parcialmente afetada e não quis se identificar, disse que não acredita em nenhum tipo de ajuda da prefeitura. “Eu perdi os meus móveis, mais o lado material. Parte da estrutura da minha casa avariou, mas não foi condenada. Já avisaram que vão desapropriar a área para fazer obras de urbanização, mas até agora não entraram em contato para dar nenhum tipo de auxílio. Estamos vivendo por conta própria” disse. Segundo a moradora, o Instituto Estadual do Ambiente (INEA) visitou sua residência para avaliações. “Eles estiveram aqui para fazer medições e fotografar o local”. A moradora disse que uma ponte provisória foi erguida no local e que não há grande movimentação nas obras à margem da ponte. “Estão alegando que somos invasores e estamos em área de risco. A ponte [definitiva] mesmo ainda não começou [as obras]. Aqui perto da minha casa, tem pessoas que voltaram para o que sobrou de suas residências, convivendo com esgoto”, disse. A prefeitura de Duque de Caxias disse que a área está passando por obras de urbanização e a desapropriação é necessária para o andamento do projeto. Uma ponte destruída pelo temporal que faz a ligação entre o distrito de Xerém a uma área chamada Café Torrado está parcialmente reformada e dando passagem para carros e ônibus. A prefeitura informou, ainda, que casas destruídas mais distantes do Rio Capivari também atingidas pela inundação ainda não foram totalmente liberadas para que os moradores retornem para suas residências.
(Fonte: EBC)

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Prefeitura de Japeri inaugura área de lazer no bairro Mucajá


A inauguração da nova Praça do Mucajá foi um sucesso. Crianças, jovens e idosos compareceram na tarde desta quinta-feira, dia 27/06, a cerimônia de inauguração da mais nova e moderna praça de lazer de Japeri. Com a presença do prefeito Ivaldo Barbosa dos Santos, o Timor, o vice-prefeito Guigo da Padaria, vereadores e secretários, os munícipes aprovaram a reforma do espaço, nomeado de Praça Almir Ribeiro, ex-vice-prefeito do município (2005-2008). A modificação e reforma da Praça Mucajá é uma iniciativa do Governo de Trabalho em conjunto com a Secretaria de Esporte Turismo e Lazer do Município. O novo local conta com uma academia a céu aberto que terá aula para a terceira idade, além de novos brinquedos para as crianças e uma quadra nova. Na cerimônia de abertura. O prefeito Timor homenageou o amigo Almir Ribeiro, falecido em abril deste ano e destacou que o objetivo é implantar uma praça de lazer em cada bairro de Japeri. “ Esse é o modelo que queremos implantar em todos os bairros de Japeri. O trabalhador tem uma semana muito corrida e sacrificada e precisa ter uma opção de lazer”, disse o prefeito Timor. Além dos moradores, os responsáveis pelas secretarias municipais, além dos vereadores Cézar de Melo, Álvaro Carvalho, Kerly Gustavo, Márcio Manequinha e Val compareceram ao evento.
(Fonte: SECOM)

Vereadores de Nova Iguaçu vão votar criação de CPI para apurar despejo de material hospitalar em Tinguá


O presidente da Câmara Municipal de Nova Iguaçu, vereador Mauricio Morais (PMDB), convocou os parlamentares para uma sessão extraordinária nesta quinta-feira, às 10h, para votar o requerimento que solicita a abertura de uma CPI para apurar o despejo de lixo hospitalar na Área de Proteção Ambiental de Tinguá, na divisa do município com Duque de Caxias.- Vamos apurar este caso até os últimos detalhes. É muita irresponsabilidade, além de um crime ambiental, o que esta empresa fez. Todos os responsáveis terão que ser punidos – afirmou o presidente Mauricio Morais. O requerimento é do vereador Marcelo Nozinho (PSD). A sessão será extraordinária porque a casa está em recesso desde o dia 1º de julho
(Fonte: Jornal Extra)

Prefeitos da Baixada Fluminense unidos pela saúde


Os prefeitos dos 13 municípios que integram a Baixada Fluminense estão unidos na melhoria da qualidade da atenção básica de Saúde. Para isso, irão contar com a assessoria de técnicos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), que farão um levantamento para detectar os principais problemas e propor soluções. Um relatório preliminar será apresentado dentro de 25 dias, e encaminhado à presidente Dilma Rousseff, visando obter junto ao governo federal para a ampliação do sistema. O encontro teve a participação dos prefeitos Alexandre Cardoso (Duque de Caxias), Nelson Bornier (Nova Iguaçu), Max Lemos (Queimados) e Rogelson Fontoura, Gelsinho, (Mesquita), além do reitor Ricardo Vieiralves, Mário Dal Poz, professor de Medicina Social, Márcio Tadeu Francisco, professor de Medicina, Edmar José Alves dos Santos, Virginia Godoy e Helena David, do setor de enfermagem da universidade. Segundo o prefeito de Duque de Caxias, Alexandre Cardoso, o pacto entre os municípios têm como objetivo oferecer um atendimento de qualidade no serviço básico de Saúde. “Não somos contrários a hospitais de média e alta complexidade. No entanto, o que a população destas cidades necessita é de um serviço de atenção básica de saúde. Ou seja, tratar da hipertensão, do diabetes, de um ferimento. Por isso, resolvemos desenvolver com a UERJ um programa neste sentido. O pessoal da universidade irá fazer um levantamento das carências dos municípios neste setor da saúde. Nesta quinta-feira (4/7), acontecerá a primeira reunião dos secretários de Saúde com a equipe da universidade, onde será apresentado o quadro da saúde nas cidades da Baixada. Em 25 dias receberemos um relatório preliminar que será apesentado a presidente Dilma Rousseff. O objetivo é obter recursos do governo federal para ampliarmos em nossas cidades a rede de atenção básica”, explica. “A UERJ será nossa parceria neste projeto não só fazendo a avaliação, mas também irá qualificar e capacitar o pessoal da saúde dos municípios, além de podermos usar os laboratórios.”, destaca o prefeito de Duque de Caxias. Para o prefeito de Nova Iguaçu e presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Baixada Fluminense (Cisbaf), Nelson Bornier, todos os municípios da região enfrentam a mesma questão. Ou seja, uma grande carência nesta área. “Os municípios não têm como manter hospitais de média e alta complexidade, mas podem intensificar a questão da atenção básica de saúde. Queremos ampliar o número de pontos de atendimento. O que estamos buscando não são investimentos e, sim, recursos para aumentar a rede de atenção básica”, disse. O reitor da UERJ, Ricardo Vieiralves destacou que a equipe avaliação nos municípios será feita por especialistas da universidade, e. “Nosso diagnóstico será técnico, caberá aos prefeitos adotar

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Romário já considera se candidatar a governador do Rio em 2014.


O deputado federal Romário adorou saber que seu nome foi lembrado por eleitores para concorrer ao cargo de governador do Rio de Janeiro em 2014. Na pesquisa do Datafolha, o ex-jogador aparece com 8% das intenções de voto, junto com o candidato do atual governador Sérgio Cabral, o vice-governador Luiz Fernando Pezão.
"Já havia declarado que não concorreria ao cargo, mas prometo avaliar melhor", disse Romário em seu Twitter.


(Fonte: Jornal EXTRA)

Municípios da Baixada Fluminense se unem para melhorar a saúde na região


 Os prefeitos dos municípios da Baixada Fluminense se reuniram, na tarde de hoje (2), com o reitor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), Ricardo Vieiralves, na sede da prefeitura de Duque de Caxias, com o objetivo de firmar uma parceria para elaborar um planejamento de saúde para a região. O documento será encaminhado dentro de 25 dias à presidenta Dilma Rousseff. Para melhorar a qualidade básica de saúde, os prefeitos dos 13 municípios da região vão contar com a assessoria de técnicos da universidade. Eles farão um levantamento para identificar os principais problemas e propor soluções. Segundo o reitor Ricardo Vieiralves, o trabalho das equipes será exclusivamente técnico. “Nosso diagnóstico será técnico, caberá aos prefeitos adotar as decisões políticas”, disse.De acordo com o prefeito de Nova Iguaçu, Nelson Bornier, e presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Baixada Fluminense (Cisbaf), todos os municípios da região enfrentam carência na área da saúde. “Os municípios não têm como manter hospitais de média e alta complexidade, mas podem intensificar a questão da atenção básica de saúde. Queremos ampliar o número de pontos de atendimento. O que estamos buscando não são investimentos e, sim, recursos para aumentar a rede de atenção básica”, disse.Na quinta-feira (4), ocorrerá a primeira reunião dos secretários de Saúde dos municípios da Baixada Fluminense com a equipe da universidade. Na ocasião, será apresentada uma radiografia da situação atual da saúde na região.
(Fonte: EBC)

terça-feira, 2 de julho de 2013

Tecnologia é ferramenta para ensinar e aprender


O uso de novas tecnologias na educação é uma das apostas do Colégio Equipe Grau para melhorar o aprendizado e dar mais conforto e praticidade a professores e alunos em suas três unidades. A direção do grupo investiu R$ 350 mil na compra de equipamentos, como projetores interativos que jogam imagens no quadro. Somadas, as três unidades do Colégio Equipe Grau têm cerca de 2.100 alunos.Todas as salas contam ainda com laptop e ar-condicionado split, explica Iury Monteiro, diretor da Ser e Crescer (Avenida Abílio Augusto Távora 537, telefone 3776-0561), a unidade do Equipe que atende crianças do pré-escolar e do Ensino Fundamental. Ele informa que o projetor interativo permite ao professor acessar a internet, ler livros digitais, salvar a aula em PDF e enviar aos alunos via e-mail e até mesmo fazer a antiga ‘chamada’ de uma forma bem simples. “Basta uma foto da turma feita pela câmera do laptop”, conta Monteiro. Professora de Inglês, Danielle Bittencourt Ralha trabalha com crianças do Ensino Fundamental desde 2009. Ela garante que o uso do projetor interativo despertou o interesse dos alunos. Segundo a professora, a tecnologia facilita seu trabalho e prende a atenção dos estudantes. “A percepção visual auxilia o aprendizado, especialmente nas aulas de línguas estrangeiras. Os alunos veem uma imagem no projetor e entendem o que ela significa em inglês”, diz ela. Danielle revela também que, apesar do pouco tempo de uso do equipamento, já é possível perceber, nas notas, a evolução dos alunos. O laptop e o projetor são usados pelos professores desde o primeiro ano do Ensino Fundamental até o pré-vestibular. “Estamos na era digital, e a interatividade em sala de aula é importante para o aprendizado”, opina a professora de Ciências Nádia Curty.
(Fonte EXTRA)

Mercado aquecido leva mais consumudidores à Baixada


Duas das principais cidades da Baixada Fluminense, Nova Iguaçu e Duque de Caxias, possuem dois grandes centros comerciais com cerca de 5.300 lojas e mais de 50 mil trabalhadores. Presidente da Associação Comercial e Industrial de Nova Iguaçu (Acini), Antônio Alpino comemora o desenvolvimento iguaçuano. “A cidade tem crescido muito, mesmo com a perda de seu distrito industrial após a emancipação de Queimados. Há cinco prédios comerciais prestes a ser entregues e grandes lojas interessadas em um ponto comercial na cidade”, festeja Antônio Alpino. Segundo ele, cerca de três mil lojas estão instaladas no centro da cidade gerando mais de 20 mil empregos diretos. Em Caxias, a expectativa é que o centro comercial, que hoje conta com 2.300 estabelecimentos, siga em expansão nos próximos anos. “Temos propostas de grandes empresas que querem vir para a cidade. Esperamos 6% de crescimento do setor em relação ao ano passado”, afirma Getúlio Gonçalves, presidente da Associação Comercial e Industrial de Duque de Caxias (ACIDC).
Um dos fatores que facilitam e atraem cada vez mais grandes empresas para a Baixada, explica o empresário, é a localização privilegiada. Para alavancar o setor industrial, ele diz que é preciso criar um novo distrito para que as empresas se instalem. “Nova Iguaçu é cortado pela Rodovia Presidente Dutra e teremos o Arco Metropolitano. O prefeito está vendo áreas próximas a esses locais estratégicos para a criação de um distrito de logística e um outro industrial. O Arco Metropolitano vai trazer ainda mais empresas e desenvolvimento para a região”, prevê Antônio Alpino. Entre os principais segmentos, os presidentes das duas associações destacam, além da moda, o crescimento nos setores automotivo e gastronômico. “Eles já atendem aos anseios dos comerciantes e empresários. São vários empreendimentos nessa área que funcionam a pleno vapor e estão à altura do consumidor”, afirma Gonçalves.

(Fonte: Jornal O Dia)

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Confronto termina com manifestantes e PMs feridos


Enquanto o Brasil dava um show de futebol vencendo a Espanha no Maracanã e conquistando o título da Copa das Confederações, do lado de fora do estádio as cenas eram de horror. Policiais e manifestantes, que entraram em confronto pouco antes de a partida começar, se enfrentaram na esquina da Avenida Maracanã com a Rua São Francisco Xavier até o início do segundo tempo, quando a situação foi controlada. O clima, no entanto, ficou tenso até o fim do jogo. Um helicóptero da PM ajudou no patrulhamento, assim como a Força Nacional. O resultado foram vários manifestantes e dois PMs feridos, além de 17 coquetéis molotov apreendidos. Apesar do tumulto, ninguém foi preso.  O confronto começou quando manifestantes jogaram pedras, garrafas de água e um coquetel molotov em um PM, que sofreu queimaduras na perna. A tropa revidou com gás lacrimogêneo, spray de pimenta e tiros de balas de borracha enquanto avançava contra o grupo, obrigando as pessoas a seguir na direção contrária ao Maracanã. Para evitar que os manifestantes escapassem do cerco pelas ruas transversais, PMs também foram posicionados nas vias laterais. A multidão, então, correu para a Praça Varnhagen, mas lá também havia tropas. O professor Hamilton Moraes foi ferido no olho esquerdo e levou nove pontos. “Estávamos sentados no chão e, de repente, a PM resolveu dispersar a multidão jogando bombas. Corri para o posto para me proteger e, quando saí, fui atingido e ainda tomei gás de pimenta na cara. Pensei que fosse morrer. Foi um absurdo”, reclamou ele. Um PM levou uma pedrada na cabeça. Um blindado foi colocado no Largo da Segunda-feira, para onde correu a maioria dos envolvidos no confronto. O metrô da Saens Peña e a Avenida Maracanã, em ambos os sentidos, foram fechados. Os feridos foram atendidos por profissionais da saúde voluntários.A primeira manifestação do dia foi de manhã, quando mais de cinco mil pessoas percorreram as ruas vizinhas ao Maracanã sem confrontos.
(Fonte: Jornal O Dia)

Meriti: Secretário diz que vai valorizar médicos do município


OSCAR BERRO,56 anos, médico sanitarista e secretário de Saúde de São João de Meriti, critica a intenção do governo federal de contratar médicos estrangeiros para suprir a carência de profissionais no país. Na sua opinião, o mais importante é oferecer mais infraestrutura aos hospitais. Ex-presidente do Conselho Técnico do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Baixada Fluminense (Cisbaf), Oscar Berro aposta na integração entre secretários de Saúde e prefeitos para superar as dificuldades da região.  Sou contra. Acho um equívoco. Os médicos não trabalham em lugares distantes porque os salários não são atrativos. Escrevi na minha página no Facebook que o governo está pensando em criar a Bolsa Champollion (Jean Champollion foi um francês que se notabilizou por decifrar os hieróglifos egípcios). É o que falta, ter que traduzir todos os ensinamentos de Medicina para os estrangeiros. O que precisa ser feito é melhorar a infraestrutura dos hospitais em todo o país. Vejo com otimismo. Acho que há maior integração entre os prefeitos da região e vejo também secretários de Saúde mais capacitados. Precisamos nos unir e reivindicar mais hospitais. Quais os hospitais que temos? Hospital da Posse, em Nova Iguaçu, Moacyr do Carmo, e Adão Pereira Nunes (Saracuruna), em Caxias, e acabou. Temos ainda o Melchíades Calazans, em Nilópolis, mas é hospital de porta fechada (referência em maternidade de alto risco). O Hospital Municipal Joca, em Belford Roxo, é um pré-hospitalar fixo. Já o município do Rio herdou todos os hospitais da antiga capital federal, além de ter uma receita muito maior do que os vizinhos da Baixada O principal deles é investir na saúde básica. Hoje, temos apenas 33% de cobertura do Programa Saúde da Família, que agora mudou de nome. Se chama Estratégia da Saúde da Família. Em mais dois anos, quero atingir 80% do município. Outro ponto importante é criar o programa de governo para a área da Saúde. Quem assumir no próximo mandato já fai encontrar essa estrutura.
(Fonte; Jornal EXTRA)

domingo, 30 de junho de 2013

Chinesa responsável por pastelaria pendura pedaços de carne em quadra esportiva em Caxias



Uma comerciante chinesa tentou transformar um quadra pública em frigorífico, na Praça da Matriz, no bairro de Santa Cruz da Serra, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A mulher pendurou pedaços de carne na grade da quadra e os deixou ali durante quase toda a tarde desta quinta-feira. A cena foi registrada pelo leitor Eduardo Barcelos. Ele contou que a carne ficou pendurada no local das 12h às 16h, enquanto alunos de uma escola pública do entorno faziam aula de Educação Física. “Em Santa Cruz da Serra, uma chinesa pendura carne de origem duvidosa em quadra esportiva, um absurdo. A vigilância sanitária tinha que fiscalizar mais essas lanchonetes”, sugeriu Eduardo ao publicar a imagem no Facebook. A chinesa é responsável por uma pastelaria que fica a cerca de 100 metros da quadra esportiva.
(Fonte: Extra)

sábado, 29 de junho de 2013

Lixo hospitalar de três UPAs no Rio é encontrado em reserva ambiental


Lixo hospitalar infectante de três Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do Rio - Rocinha, Cidade Nova e Ilha do Governador - foi encontrado, na manhã desta quinta-feira, na Área de Proteção Ambiental (APA) de Tinguá, em Caxias, na Baixada Fluminense. Entre o material há luvas, seringas usadas, anticoncepcionais, recituários com nome de pacientes, âmpolas com restos de sangue, roupas de pacientes sujas de sangue e gaze, entre outros. O lixo está na Estrada Rio-Paty, também conhecida como Estrada do Tabuleiro. Segundo Márcio Castro, chefe do Setor de Fiscalização da Reserva Biológica de Tinguá, o lixo foi deixado no local na madrugada do último dia 20. Alunos de uma escola municipal viram os detritos e chamaram os fiscais.É uma coisa inconcebível. O que aconteceu lá foi muito grave - disse Márcio. O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) já foi notificado sobre o despejo irregular de lixo e já identificou a empresa responsável. A Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente investigará o caso.
(Fonte: Jornal EXTRA)

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Cabral se reúne com moradores da Rocinha no Palácio Guanabara


Moradores da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu se reuniram com o governador Sérgio Cabral, no Palácio Guanabara, em Laranjeiras, na Zona Sul, no início da tarde desta sexta-feira. Os manifestantes têm protestado nos últimos semanas e cobrado, principalmente, melhorias na comunidade. Eles são contra a construção de um teleférico e pedem prioridade ao saneamento básico. O encontro também contou com a participação do secretário de Obras, Hudson Braga, o presidente da Empresa de Obras Públicas do Rio (Emop), Ícaro Moreno e o secretário de Governo, Wilson Carlos. O governador Sérgio Cabral se reuniu, nesta quinta-feira, com cinco representantes do movimento "Somos o Brasil" no Palácio Guanabara, em Laranjeiras, na Zona Sul. Participaram da reunião o secretário Sérgio Côrtes, da Saúde, Wilson Risolia, da Educação, e Wilson Carlos, de Governo, além do subsecretário de gestão de Ensino, Antonio Neto. Eduardo, o representante do grupo recebido nesta quinta, disse que a pauta a ser entregue ao governador ainda estaria sendo elaborada. O manifestante contou também que o grupo deixou o protesto porque “os objetivos tinham sido alcançados”, sem detalhar como, e por ter divergências com as cerca de 30 pessoas que ainda estão no local. 
(Fonte; Jornal EXTRA)

Japeri Comemora com grande estrutura seus 22

Japeri Comemora seus 22 anos com uma estrutura nada vista.







O prefeito de Japeri Timor, juntamento com sua equipe inovou na festa dos 22 anos de Japeri, de cara o evento foi todo cercado garantindo mais conforto para o público pressente no local, além disso a segurança toda uniformizada  e com equipes com coletes do POSSO AJUDAR?, foi o que mais chamou atenção no evento, profissionais bem preparados para atender quaisquer ocorrido durante a festa. Além da segurança postos de atendimento emergencial e um estrutura nada vista nas edições anteriores. O público marcou presença no evento onde na qual a cantora Bruna Carla foi a principal atração da noite. A festa da cidade é um evento-teste, pois o prefeito Timor disse que existe a possibilidade de Japeri sediar em outubro a EXPORJAPERI. Veja a programação pra hoje sexta-feita:
19:00h – Abertura dos Portões
19:00h - DJ'S - Oficial
20:00h – Primeira Eliminatória do Concurso de Repentista na Praça Gastronômica
22:00h - Promoção FM O DIA -
DJ Bob Brown
23:30h - Show com DIOGO NOGUEIRA
00:00h - Queima de Fogos
02:00h - Show com OS MORENOS 
03:45h - Encerramento com Banda Local

Bandidos fazem arrastão em Belford Roxo


Uma perseguição seguida de troca de tiros entre policiais militares do 39º BPM (Belford Roxo) e bandidos, na noite desta quarta-feira, terminou com um suspeito morto e outro preso. Segundo informações da PM, os dois e outros cinco cúmplices haviam acabado de roubar três carros num arrastão. Dois dos veículos foram recuperados e um revólver 38, apreendido. O caso foi registrado na 54ª DP (Belford Roxo), onde os acusados foram reconhecidos por vítimas. O arrastão foi por volta das 20h30m, na Estrada do Barro Vermelho, no bairro Santa Amélia, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. Sete bandidos armados fecharam a via e renderam motoristas. Uma das vítimas chamos os PMs, que iniciou a perseguição ao bando, que fugiu nos carros roubados. Luan Constantino Silva, de 22 anos, dirigia um Gol roubado, foi baleado e morreu. Vitor Bezerril de Melo, de 24 anos, também estava no carro e foi preso. Um terceiro suspeito conseguiu fugir. Momentos depois, um Palio também levado pelo bando foi encontrado. Segundo informações do 39º BPM, a quadrilha que fez o arrastão é da Favela Rola Bosta, também em Belford Roxo. O bando seria responsável por vários assaltos no entorno da comunidade.
(Fonte; Jornal Extra)

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Senado aprova projeto que torna corrupção crime hediondo


No esforço para implementar uma pauta positiva e tentar dar uma resposta aos manifestantes que tomaram as ruas do país, o Senado aprovou, em votação simbólica nesta quarta-feira, o projeto de lei que torna a corrupção crime hediondo no mesmo dia em que o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou e expediu a ordem de prisão do deputado federal Natan Donadon (PMDB-RO). Apresentado pelo senador Pedro Taques (PDT-MT) em 2011, o texto prevê que os delitos de peculato, concussão (quando o servidor exige vantagem indevida), excesso de exação (quando o servidor exige taxa ou imposto que sabe ser indevido), corrupção passiva e corrupção ativa sejam considerados crimes hediondos. Uma emenda do senador José Sarney (PMDB-AP) incluiu no rol de crimes desse tipo o homicídio simples. Além disso, o documento aumenta as penas previstas no Código Penal para os crimes, que poderão variar de quatro a doze anos. Hoje, as penas variam de dois a doze anos. O texto ainda terá de passar pelo crivo da Câmara e só depois segue para sanção da presidente Dilma Rousseff. O relatório pela aprovação do projeto foi apresentado pelo senador Álvaro Dias (PSDB-PR) há quase um ano, mas, só agora, após a pressão popular contra a corrupção, o Senado decidiu pautar o tema. Em seu relatório, Álvaro Dias explica que a inclusão desses delitos no rol dos crimes hediondos implica a vedação de concessão de anistia, graça e indulto ao agente; impede o livramento mediante fiança, e torna mais rigoroso o acesso a benesses penais, como livramento condicional e progressão do regime de pena. Foi o senador quem incluiu os crimes de peculato e excesso de exação no projeto. e acordo com o projeto, a pena por concussão crime que consiste em usar o cargo para exigir vantagem indevida para si ou para outra pessoa, passa a ser de quatro a oito anos de reclusão e multa. A pena por corrupção passiva  solicitar ou receber vantagem indevida em razão da função assumida aumenta para reclusão de quatro a doze anos e multa.
(Fonte: Jornal O Dia)

Jovem é morto com oito tiros em Belford Roxo


Policiais da 54ª DP (Belford Roxo) investigam o assassinato de Marcos Vinícius Batista de Oliveira, de 20 anos, ocorrido na madrugada desta quarta-feira, no bairro Castelar, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. Segundo informações do 39º BPM (Belford Roxo), o jovem levou oito tiros quando passava pela Avenida Professor Antônio Martins, próximo a sua casa. O pai de Marcos foi avisado que o filho estava caído na rua e correu para o local. Ele mesmo levou o jovem para o Hospital do Joca, perto de onde ocorreu o crime.
Não há pistas do assassino.
(Fonte: Jornal EXTRA)

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Prefeitos de São João de Meriti e Japeri reduzem o preço da passagem de ônibus.


O preço das passagens de ônibus em São João de Meriti e em Japeri serão reduzidos. As medidas foram anunciadas nesta terça-feira. Em Meriti, o preço da tarifa vai passar de R$ 2,80 para R$ 2,65. O prefeito Sandro Matos informou que a redução foi possível após uma avaliação técnica das finanças do município.  Estava preocupado com esta questão e resolvi pedir uma análise da viabilidade dessa redução de tarifa. Recebi o sinal verde e decidi reduzir o preço da passagem - disse o prefeito.Em Japeri, a alteração no valor da tarifa ocorreu após um acordo entre as empresas de transporte e o prefeito Ivaldo Barbosa dos Santos, o Timor. A passagem vai passar de R$ 2,75 para R$ 2,65 e valerá a partir da 0h desta quarta-feira.
(Fonte; Jornal Extra)

PEC 37 é rejeitada. Congresso, agora, quer agilizar votações


Após a presidente Dilma Rousseff, foi a vez de o Congresso Nacional dar resposta, nesta terça, às manifestações que tomaram as ruas nas últimas semanas. Principal demanda definida pelos presidentes da Câmara e do Senado, a Proposta de Emenda Complementar (PEC) 37 foi derrubada na noite desta terça por 430 votos a nove (e duas abstenções). A PEC iria impedir o Ministério Público de promover investigações criminais por conta própria. Agora, os parlamentares prometem arregaçar as mangas e manter o ritmo de votações - nas próximas semanas, 15 projetos prioritários deverão ser votados. Foi uma mudança de rumo. Até semana passada, o ambiente era favorável à aprovação da PEC, com a maioria querendo a restrição do poder de investigação do Ministério Público. Os deputados discutem, agora, a segunda prioridade, o projeto que destina 100% dos recursos dos campos de petróleo já licitados para a Educação. Os líderes partidários haviam acertado, no entanto, sua aprovação. A pauta de votação do Senado inclui, ainda, uma proposta para que os recursos dos royalties do petróleo financiem o passe livre para estudantes no transporte público. O presidente do Senado, Renan Calheiros, que tem sido alvo de protestos pedindo sua saída do cargo, sugeriu também que o governo federal reduza o total de ministérios — hoje, são 39 — e invista esse dinheiro em saúde, educação e segurança. Nesta terça, após a presidente Dilma se reunir com o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, e com representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o governo recuou da ideia de uma Assembleia Constituinte exclusiva para fazer a reforma política. Segundo o ministro da Educação, Aloízio Mercadante, Dilma enviará ao Congresso a proposta de um plebiscito para que o povo decida quais pontos devem ser reformados na maneira pela qual os governantes são eleitos.
(Fonte; Jornal EXTRA)

terça-feira, 25 de junho de 2013

Cadeirantes sem direito de ir e vir na Baixada


Há pouco mais de uma semana, a prefeitura de Queimados distribuiu, gratuitamente, 60 cadeiras de rodas feitas sob medida a deficientes físicos da cidade. Em Nova Iguaçu, há cerca de um mês, o prefeito Nelson Bornier (PMDB) participou da entrega, também gratuita, a pessoas portadoras de deficiência mais de 100 equipamentos, como cadeiras, muletas e andadores. As iniciativas contemplam aqueles que não têm condições de comprar o equipamento, mas poderiam fazer mais diferença na vida dos beneficiados, caso as cidades da Baixada Fluminense oferecessem melhores condições de acessibilidade. Foi o que o DIA observou durante blitz em cidades da região. Morador do Jardim Alzira, Jorge Mendes Souza, 50 anos, foi atropelado há cinco. As sequelas o fizeram depender de cadeira de rodas. Mas, apesar de ter o equipamento, depende de outras pessoas para circular pelas ruas. Como as calçadas não são adaptadas e as ruas não têm asfalto, ele precisa pedir ajuda para superar os obstáculos e subir o meio-fio. O cadeirante diz que a situação é pior ainda nos dias de chuva, quando não pode nem sair de casa. “Quando chove, a rua vira lama”, conta. Em Nova Iguaçu, o cenário é parecido. Na Via Light e em boa parte do Centro há rampas nas calçadas. Mas, mesmo assim, buracos dificultam o ir e vir dos cadeirante. Vítima de um acidente vascular cerebral no ano passado, Mônica Valéria Souza, 38 anos, teve o lado esquerdo de seu corpo paralisado e usa cadeira de rodas há sete meses. Ela só sai de casa na companhia do marido, Solon Tavares Santos, 33 anos. “Se não fosse por ele, não teria como circular pela cidade. As ruas e calçadas têm muitas ondulações e a cadeira bate muito”, critica.
(Fonte: Jornal O Dia)

Dilma propõe plebiscito para Constituinte exclusiva



A presidente Dilma Rousseff abriu na tarde desta segunda-feira a reunião com governadores e prefeitos das capitais com objetivo de definir uma linha de ação conjunta para melhorar os serviços públicos no país. A presidente destacou que busca soluções para as reivindicações que vem das ruas. Ela defendeu um plebiscito para uma Constituinte exclusiva para a reforma política, além de propor lei para a corrupção ser crime hediondo. Mais do que um debate estamos aqui para procurar soluções. Buscamos respostas, todas elas republicanas e participativas, aos problemas que inquietam e mobilizam o povo brasileiro - disse Dilma na abertura da reunião que convocou com todos os governadores, prefeitos das capitais e seus principais ministro - O povo está nas ruas dizendo que quer as mudanças, está nos dizendo que quer mais cidadania. Quer serviços públicos de qualidade, mecanismos mais eficientes de combate à corrupção - disse ainda a presidente Dilma.Antes do encontro, a presidente recebeu no Palácio do Planalto representantes do Movimento Passe Livre, que iniciou a onda de protestos pelo país com o objetivo de reduzir as tarifas de ônibus. A presidente listou quais são os cinco pactos que ela propõe agora: o primeiro ponto é a estabilidade fiscal; uma reforma política com a proposição de um plebiscito para uma Constituinte com fim exclusivo de tratar desse assunto; recursos e ações exclusivas para o SUS; plano para o transporte público, com o anuncio de desoneração de PIS e Cofins para o diesel e para a energia que move veículos da rede de transporte; e ações para a educação, com destinação de 100% dos recursos do pré-sal para o setor. Decidi destinar mais R$ 50 bilhões em investimentos para obras de mobilidade urbana e investir em metrôs, tivemos a incorreta opção de não investir em metrô.Por fim, no pacto pela educação pública, a presidente reforçou que nenhuma nação se desenvolve sem educação em tempo integral, creches, ensino profissionalizante, e universidades, e afirmou que condição essencial nesse pacto é a boa remuneração dos professores.
(Fonte; Jornal EXTRA)

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Justiça nega pedido de prisão temporária de homem identificado em briga durante manifestação no Rio.


A Justiça negou mais um pedido de prisão temporária feito pela Polícia Civil do Rio de suspeitos identificados em atos de vandalismo nas últimas manifestações ocorridas no Rio. Desta vez, o alvo era o administrador de empresas Gabriel Campos Pessoa de Mello, de 29 anos, indiciado pelos crimes de lesão corporal, ameaça, dano ao patrimônio, incitação ao crime e formação de quadrilha por envolvimento nos confrontos ocorridos, em frente ao prédio da Prefeitura do Rio, na última quinta-feira. Este é o sétimo pedido de prisão temporária negado pela Justiça desde a última quarta-feira.O pedido havia sido feito no plantão judiciário, pelo delegado-adjunto da 5ª DP (Mém de Sá), Antônio Bonfim. Ao inquérito encaminhado ao Ministério Público e à Justiça haviam sido anexadas fotos que mostram Gabriel em várias situações: armado com pedaço de ferro na mão, em luta corporal com outros homens e afrontando policiais militares a cavalo que faziam a proteção do prédio. Em imagens feitas por fotógrafos e repórteres de O Globo e agências internacionais é possível ver o administrador visivelmente alterado, partindo para cima de outros manifestantes e da cavalaria. Ele também chegou a agredir um fotógrafo do Extra.
No entanto, segundo a assessoria do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), o pedido foi negado porque não havia provas suficientes, uma vez que as imagens que foram anexadas ao inquérito não deixaram claro para o juiz e para o promotor do Ministério Público responsáveis pelo caso se Gabriel estava impedindo ou promovendo a confusão. Segundo o TJ-RJ, as imagens feitas pela imprensa não foram entregues à Justiça, que pediu à Polícia Civil provas mais contundentes.
(Fonte: Jornal O Dia)